Home / Saúde Online / Paraná lança programa pioneiro no Brasil voltado à saúde do viajante

Paraná lança programa pioneiro no Brasil voltado à saúde do viajante

O Governo do Paraná lançou neste mês, em Curitiba, o Programa Estadual de Saúde do Viajante, que tem como principal ferramenta um site com informações importantes para as pessoas que viajam – www.saudedoviajante.pr.gov.br.

O lançamento reúne até esta sexta-feira (20), na capital, profissionais das 22 Regionais de Saúde, do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e das secretarias de Estado da Saúde, do Esporte e do Turismo, do Trabalho e Desenvolvimento Social e da Justiça e Cidadania.

“Somos um Estado com muitos viajantes, seja a negócios ou a turismo. Foz do Iguaçu, por exemplo, é o segundo ponto turístico do Brasil com maior fluxo de visitantes. Então, temos que ter uma estratégia voltada aos viajantes e aos paranaenses que visitam outras localidades”, diz o diretor-geral da Secretaria da Saúde, Sezifredo Paz.

O programa segue três eixos principais: informação, vigilância e assistência. Foi criado um grupo interinstitucional para condução do projeto envolvendo as áreas da saúde, justiça e cidadania, esporte e turismo, trabalho e desenvolvimento social, comunicação e informação.

“Essa gestão foi ousada e colocou o Programa Saúde do Viajante dentro do Plano Estadual de Saúde 2012-2015. Com esse lançamento, cumprimos o último ponto restante do Plano e entregamos uma nova ferramenta que busca proteger a saúde dos cidadãos paranaenses e visitantes”, explica a superintendente de Vigilância em Saúde, Eliane Chomatas.

O técnico do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) do Ministério da Saúde, Robson Bruniera, lembrou que o programa é pioneiro no Brasil. “O Paraná tem uma das fronteiras terrestres mais ativadas do País, onde o trânsito de pessoas é intenso e as condições para ocorrência de doenças de fronteira é ímpar. Sem falar no potencial turístico que o Estado tem. Neste cenário, um projeto como este é muito importante”, disse Bruniera.

O técnico do Ministério da Saúde destaca o fato do Brasil sediar nos últimos anos grandes eventos de massa, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. “Isso fez com que os gestores de saúde buscassem aprimorar cada vez mais as ferramentas de informação ao viajante, intensificando a necessidade de se atentar a problemas no cenário mundial que possam ser potenciais ameaças à saúde pública nacional.”

SITE – A ação da Secretaria de Estado da Saúde orienta viajantes sobre precauções de saúde em momentos de deslocamento, no Brasil e exterior. O site Saúde do Viajante reúne informações como vacinas necessárias para quem visita determinadas regiões, alertas sanitários, telefones úteis, entre outros assuntos. O site foi desenvolvido pelos técnicos do Cievs Paraná em parceria com a secretaria de Estado da Comunicação e a Companhia de Tecnologia da Informação do Paraná (Celepar)

“Hoje há uma preocupação no mundo inteiro sobre a circulação de doenças e seus agravos. Estamos lançando não apenas um site, mas toda uma estratégia de informação e preparação de profissionais para que evitem riscos e problemas relacionados ao viajante. Essa estratégia envolve informação, vigilância e todo tipo de assistência que pudermos dar aos viajantes”, explica Sezifredo.

PRECAUÇÕES – Para quem viaja, é importante manter a carteira de vacinação em dia; estar atento às condições climáticas e intempéries do local para onde vai; se é uma área de transmissão de alguma doença vetorial, como a Malária ou a Febre Amarela.

Também é necessário estar atento às exigências de profilaxias e, no retorno, sempre procurar orientações em Unidades de Saúde caso apresente algum sintoma diferente para verificar ao que possa ter sido exposto durante a viagem.

Em dezembro, o site Saúde do Viajante também terá versões em inglês e espanhol.

Sobre

Veja também

Carlos Eduardo Gouvêa, do IES, fala sobre as ferramentas de Governança e Compliance como estratégia para garantir a sustentabilidade do mercado de saúde

O Brasil avançou rumo a uma maior transparência na área da saúde. É o que …