Home / Saúde Online / Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa abre inscrições para pós-graduação de informática em saúde

Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa abre inscrições para pós-graduação de informática em saúde

 

O Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL) está com as inscrições abertas para a segunda turma do curso de pós-graduação em ‘Informática em Saúde’. Voltado a gestores e profissionais que buscam ampliar seus conhecimentos em projeto, gestão, implantação e avaliação do uso das tecnologias de informação e comunicação na área, o curso busca atender a uma demanda existente no mercado, diante do crescimento da informatização na rede de atenção à saúde.

A área de Informática em Saúde é vasta e cobre desde o apoio à gestão até aspectos mais especializados, como gerenciamento de imagens e informática clínica. Essa interdisciplinaridade promove um entrelaçamento de conhecimentos, que vão desde a ciência da computação até a bioengenharia e, mais recentemente, a medicina molecular.

“Este profissional é muito valorizado, pois tem conhecimentos, habilidades e atitudes específicas que lhe dão um perfil multiprofissional, estratégico e decisor, tendo a e-saúde como centro de seu processo de trabalho, com a capacidade de transformar realidades nos locais em que atua”, explica o Dr. Antonio Carlos Onofre de Lira, Superintendente Técnico-Hospitalar do Hospital Sírio-Libanês, um dos coordenadores do curso.

Apesar de não haver dados oficiais, o investimento dos hospitais na área de informática em saúde é crescente. “A Tecnologia da Informação (TI) dispõe de ferramentas que permitem, por exemplo, acessar os dados do paciente no momento e local onde eles são necessários, ampliando o alcance dos serviços e conectando os profissionais”, complementa a Profª. Dra. Beatriz de Faria Leão, que também atua na coordenação da pós-graduação.

O curso está  baseado nas competências  adotadas  pela Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) com três grandes eixos – saúde, gestão e informática em saúde – e conta com corpo docente interdisciplinar, que reúne profissionais do próprio Hospital Sírio-Libanês e especialistas nacionais e internacionais.

“O curso está  estruturado para atender a necessidade no cenário nacional e internacional. Em aproximadamente 10 anos, os departamentos de TI terão um aumento de mais de 150% no número de profissionais. O crescimento exponencial da ciência e tecnologia torna obrigatório o uso adequado dos recursos com planejamento e governança na informática em saúde”, diz a Profª. Dra. Heimar de F. Marin, consultora científica do curso.

A seleção dos candidatos acontecerá por meio de análise de currículos e entrevistas.

Sobre

Veja também

Carlos Eduardo Gouvêa, do IES, fala sobre as ferramentas de Governança e Compliance como estratégia para garantir a sustentabilidade do mercado de saúde

O Brasil avançou rumo a uma maior transparência na área da saúde. É o que …