Home / Saúde Online / Hospital Samaritano de São Paulo conquista reconhecimento nível 6 da HIMSS Analytics

Hospital Samaritano de São Paulo conquista reconhecimento nível 6 da HIMSS Analytics

 

A Healthcare Information and Management Systems Society (HIMSS) Analytics reconhece o Hospital Samaritano de São Paulo, como nível 6,  durante HIMSS Latin America Conference and Exhibition, realizado dia 4 de novembro, em São Paulo. A instituição conquistou reconhecimento juntamente a outros quatro hospitais da AL – Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital do Idoso Zilda Arns, Hospital Santa Paula e Hospital Unimed Volta Redonda.

Este acontecimento representa conquista histórica para a TI hospitalar na América Latina e faz com que seja o total de oito, o número de hospitais do nível 6, o que representa um firme indicador de que os profissionais de saúde da AL estão reconhecendo que a adoção do Prontuário Médico Eletrônico é a chave para melhorar os resultados clínicos, além de eficiência e reduzir os custos operacionais.

Luiz De Luca, superintende corporativo do Hospital Samaritano de São Paulo, classifica esta conquista como “reconhecimento em sermos referência nacional na introdução de inovações tecnológicas para a Saúde”.

“Os hospitais brasileiros estão avançando na TI e a HIMSS tem o prazer de acolher estas instituições em um clube de elite de adotantes HIT. Nosso próximo passo é guiar os hospitais para as melhorias importantes de qualidade e financeiras que podem ser alcançadas no nível 7”, observa Jeremy Bonfini, vice-presidente executivo do setor de serviços globais da HIMSS.

A HIMSS Analytics desenvolveu o Modelo de Adoção de Prontuário Médico Eletrônico (Eletroctonic Medical Record, EMR) em 2005, como uma metodologia para a avaliação do progresso e do impacto dos sistemas de prontuários médicos eletrônicos para hospitais presentes no banco de dados HIMSS Analytics. Acompanhando o progresso deles na realização de oito níveis (0-7), os hospitais podem rever a implementação e utilização de aplicações de tecnologia da informação com a intenção de chegar ao Nível 7, o que representa um ambiente avançado de prontuário eletrônico do paciente.

“Estamos bem posicionados para fornecer dados às principais partes interessadas, como contribuintes, governos, médicos, consumidores e funcionários, para apoiar os ambientes de registro médico sem papel. Este reconhecimento é a prova do trabalho árduo e do comprometimento do pessoal em todos os níveis da organização para alavancar a tecnologia da informação para fornecer de uma forma mais eficiente mais segurança e melhor qualidade na prestação de cuidados. Estou ansioso para vê-los alcançar ainda mais  valor de seus investimentos em TI enquanto eles trabalham para alcançar o nível 7 do EMRAM”, destaca John D. Daniels, vice-presidente do setor de serviços globais da HIMSS Analytics.

Sobre

Veja também

Carlos Eduardo Gouvêa, do IES, fala sobre as ferramentas de Governança e Compliance como estratégia para garantir a sustentabilidade do mercado de saúde

O Brasil avançou rumo a uma maior transparência na área da saúde. É o que …