Johnson & Johnson Medical Devices inaugura seu maior Centro de Distribuição da América Latina em São Paulo


A Johnson & Johnson Medical Devices inaugurou em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, seu maior Centro de Distribuição integrado da América Latina. Resultado de um investimento de R$ 30 milhões, o espaço disponibilizará mais de 14 mil itens dentre todas as franquias da marca – desde dispositivos cirúrgicos até próteses, implantes e insumos cirúrgicos-, atendendo milhares de procedimentos cirúrgicos diariamente.

O novo centro de distribuição está em linha com a estratégia global de negócios da companhia, que tem o Brasil como um dos países foco de investimentos, aumentando a capacidade da operação e garantindo o alto nível de serviços para suprir a demanda do setor nos próximos 10 anos. O Brasil é sétimo maior mercado de saúde em todo o mundo e segundo maior mercado privado da América, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Com aproximadamente 12 mil metros quadrados e 24 mil posições de armazenagem, o espaço contribuirá para a eficiência logística, garantindo uma operação ágil e de qualidade para atender as necessidades de aproximadamente 2.000 hospitais brasileiros, atingindo milhões de vidas todos os anos. Ao todo são 300 funcionários trabalhando 24 horas na distribuição dos produtos.

O centro de distribuição deve abastecer ainda outros 31 países, além do Brasil, com as suturas produzidas na fábrica na Johnson & Johnson em São José dos Campos/SP, considerada o maior e mais diversificado complexo industrial da Johnson & Johnson fora dos Estados Unidos.

“A Johnson & Johnson está presente no País há quase 84 anos, contribuindo para o desenvolvimento do setor de saúde do Brasil por meio do fornecimento de soluções que promovam a melhor experiência e resultado clínico ao paciente, ao mesmo tempo em que ofereçam eficiência de custos em todo sistema de saúde. Nosso compromisso com o País é de longo prazo, por isso a necessidade de aumentar a capacidade da operação já pensando nos próximos 10 anos”, explica Adriano Caldas, presidente da Johnson & Johnson Medical Devices no Brasil.

“Um time multifuncional considerou vários aspectos para a escolha do local para a instalação do CD como segurança, qualidade, mobilidade, oferta de mão de obra e vias de acesso que facilitassem as entregas, resultando em ganho logístico tanto para a companhia quanto para os hospitais que utilizam nossos dispositivos para cirurgias”, explica Ricardo Araújo, Vice-Presidente de Logística da Johnson & Johnson para a América Latina.

A cidade de Guarulhos é estratégica pois facilita entrada e saída de produtos por conta do acesso à rodovia e ao aeroporto, possibilitando a distribuição dos dispositivos médicos com mais agilidade e consequentemente, contribuindo para salvar cada vez mais vidas. “Agora temos uma operação com capacidade e infraestrutura para fazer frente ao nosso crescimento futuro. Estamos preparados para garantir o fornecimento de inovação no setor de saúde, garantindo o alto nível de serviços”, completa Araújo.

Para viabilizar o centro de distribuição de Guarulhos, a Johnson & Johnson Medical Devices contou com o apoio da Agende Guarulhos – agência de Desenvolvimento – e da Investe SP – agência de promoção de investimentos e competitividade ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. “Estamos ao lado da Johnson & Johnson em diversos projetos no Estado de São Paulo, dando suporte principalmente no contato junto aos órgãos anuentes, contribuindo com a agilidade e eficiência dos prazos técnicos necessários”, afirma Sérgio Costa, diretor da Agência Investe SP.

Artigo Anterior Economia colaborativa: risco ou oportunidade?
Próximo Artigo Governo cria linha de crédito de R$ 10 bilhões para as filantrópicas