Hospital VITA renova selo que atesta segurança ao paciente


As unidades do Hospital VITA, localizadas em Curitiba – na Linha Verde Norte e no Batel, acabam de receber a renovação do selo de participação no Programa Brasileiro de Segurança do Paciente. Trata-se de uma comunidade formada por 180 instituições de saúde que têm como objetivo assumir o papel de multiplicadores das boas práticas e da cultura da segurança, além de melhorar os cuidados de saúde.

O programa é reconhecido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e a entidade gestora é o IQG – Instituto Qualisa de Gestão (Health Services Accreditation). O instituto coordena a iniciativa junto com organizações mundiais como o Institute for Healthcare Improvement (IHI), Canadian Patient Safety Institute (CPSI), Patient Safety Crosswalk, Accreditation Canadá e visa desenvolver o tema segurança do paciente nas organizações de saúde e sociedade.

A comunidade de líderes tem o compromisso de mudar a forma de prestar cuidados de saúde. As instituições multiplicadoras visam criar melhorias inovadoras de qualidade e segurança do paciente, trocar indicadores e apoiar tecnicamente os outros hospitais participantes. “Cada multiplicador torna-se referência de outras cinco instituições integrantes, criando um verdadeiro mini-network dentro da rede global do PBSP, concedendo ao programa uma estrutura piramidal e descentralizada”, explica a médica infectologista Marta Fragoso, coordenadora do Núcleo de Gestão de Segurança Assistencial do Hospital VITA em Curitiba.

As duas unidades VITA de Curitiba, que são pioneiras no Paraná em integrar o grupo do PBSP, enviam dados de benchmarking em protocolos de segurança do paciente, participando de educação continuada em melhores práticas assistenciais, compartilhando experiências de sucesso com outras instituições.

Artigo Anterior HealthARQ entrevista RDI Bender no IFHE Rio 2017
Próximo Artigo HealthARQ entrevista UNOPS no IFHE Rio 2017