Home / Health ARQ / Arquitetura / Hospital Regional de Osasco recebe modernização e ampliação

Hospital Regional de Osasco recebe modernização e ampliação

Serviço estadual é referência em atendimento de alta complexidade na região metropolitana de SP; obras tiveram investimento de R$ 55 milhões

O governador Geraldo Alckmin entregou nesta quinta-feira (22) a segunda fase das obras de ampliação e modernização do Hospital Regional de Osasco, uma das principais referências de atendimento em alta complexidade nas áreas de neurologia, neurocirurgia e traumatologia da região metropolitana de São Paulo.

Com investimento de R$ 55 milhões, foi realizada a reforma e ampliação de 9 mil m² da unidade, completando 21 mil m² de área física reformada nas duas etapas das obras. O valor contabiliza R$ 38,4 milhões destinados às obras e R$ 16,6 milhões para aquisição e instalação de equipamentos.

“Boa notícia, a entrega das obras físicas da segunda fase do hospital, 9 mil metros quadrados de área construída que foi reformada e modernizada. O professor David Uip já inicia o chamamento para os leitos de UTI, teremos aqui mais 40 leitos de UTI, adultos e crianças, e a contratação de 340 profissionais de saúde, são médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, farmacêuticos, oficiais administrativos, enfim, vamos praticamente dobrar a capacidade de atendimento do hospital. O Icesp já está funcionando, quimioterapia, radioterapia, sendo também uma referência importante na área de oncologia”, disse Alckmin durante a entrega.

Graças à reforma, o hospital passará a contar com 215 leitos, 99 a mais que o período anterior às melhorias. Entre eles, destaca-se a implantação de 58 novos leitos de enfermaria, divididos em 18 de Neurologia, 18 de Ortopedia e 22 de Cirurgia Geral.

A UTI adulto vai operar com um total de 40 leitos, com a implantação de novos 22 leitos. Já a UTI pediátrica crescerá 50%, chegando a 9 leitos específicos para assistência ao público infantil. O novo setor de Psiquiatria terá 16 leitos.

Com a entrega das obras, a unidade realizará a contratação de profissionais médicos e não-médicos. A previsão é que o funcionamento das novas alas ocorra gradativamente a partir de maio.

O hospital também passará a contar com um Hospital-dia, com 8 leitos de apoio para realização de cirurgias de menor porte. A reforma inclui, ainda, melhorias no serviço diagnóstico para oferta de exames como ressonância magnética, tomografia, raio-x, colonoscopia e endoscopia; além do Hemocentro, laboratórios, farmácia, almoxarifado e SAME (Serviço de Arquivos Médicos e Estatísticas).

“A reforma do Hospital Regional de Osasco reforça o compromisso do governo estadual de ampliar a assistência hospitalar pela rede pública e de oferecer atendimento de qualidade e mais próximo das residências das pessoas. Esta unidade é fundamental para a assistência de alta complexidade, sobretudo nas especialidades de Neurocirugia e Traumatologia na região metropolitana de São Paulo”, completou David Uip, secretário de Estado da Saúde.

A unidade já funciona e seguirá atendendo de forma referenciada, ou seja, recebe pacientes encaminhados através do Samu, serviços de Resgate e de outras unidades de saúde, por meio da Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross).

Na primeira fase das obras, entregue em 2014, foram investidos R$ 48 milhões para a modernização de três pavimentos, contemplando uma área de 12 mil m². Foram entregues seis novas enfermarias, sendo uma específica para Pediatria; um novo centro cirúrgico composto por cinco salas, das quais duas com raio-X para cirurgia ortopédica. A unidade também recebeu refeitório, cozinha, cabina primária de energia.

Sobre

Veja também

Obras de reforma do Hospital Regional de Gurupi passam por vistoria

Como parte da implantação do Plano Diretor Estratégico (PDE) no Hospital Regional de Gurupi, o …