Desenvolvimento de novos medicamentos aumenta demanda por conhecimentos em Medicina Farmacêutica


Os investimentos crescentes no desenvolvimento de novos medicamentos, tanto pela indústria quanto pelas universidades, vem aumentando, nos últimos anos, a demanda por profissionais capacitados na área de Medicina Farmacêutica. A velocidade de geração do conhecimento científico sobre novos fármacos e métodos de tratamento exige alta capacidade para lidar com dados estatísticos sobre a eficácia, tolerabilidade e segurança das novas tecnologias.

Apesar dessa complexidade na atuação, poucos centros no Brasil oferecem a capacitação profissional adequada, para o nível exigido pelo mercado. Por esta razão, o Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL) criou um programa de pós-graduação em Medicina Farmacêutica – Ciência do Desenvolvimento de Medicamentos e Medical Affairs.

Coordenado pelo Prof. Dr. João Massud Filho, o objetivo da especialização é capacitar o profissional da saúde em todos os aspectos do ciclo que envolve os medicamentos, desde a sua descoberta até a sua comercialização, incluindo Medical Affairs e Medical Science Liaison.

“Como único curso nessa área no Brasil, oferecemos uma abordagem multidisciplinar, que proporciona aos alunos uma visão ampla sobre o assunto. O programa também conta com disciplinas integradas, que permitem mais tempo para o estudo à distância, além de ter uma forte abordagem nas novas tendências terapêuticas”, destaca Massud.

Destinado a profissionais de ciências biológicas e da saúde, a pós-graduação em Medicina Farmacêutica oferece aos participantes a oportunidade de interagir com especialistas da área para melhorar o aprendizado, por meio de discussões realizadas sobre temas gerais e da atualidade, aumentando a capacitação profissional e as oportunidades de trabalho.

Artigo Anterior Einstein oferece atendimento de coleta domiciliar de exames
Próximo Artigo Dr. Google agora é revisado por médicos