PET RM – CONHEÇA A TECNOLOGIA QUE PROMETE REVOLUCIONAR A ÁREA DE RADIOLOGIA

47

A Jornada Paulista de Radiologia, mais uma vez foi um sucesso comercial e científico. Todo ano nós da EquipaCare comparecemos em peso para ficar por dentro dos lançamentos e acompanhar nossos clientes na negociação de grandes pacotes de equipamentos.

Uma das novidades que mais chamou nossa atenção na edição de 2015 foi o anúncio de lançamento da GE Healthcare do novo sistema SIGNA PET/MR que é capaz de realizar num mesmo aparelho a tomografia por emissão de pósitrons com a ressonância nuclear magnética de forma integrada e simultânea. Importante lembrar que esta tecnologia também já está disponível no portfólio da Siemens, que foi a pioneira ao lançar em 2012 o sistema Biograpf mMR.

Siemens Biograph mMR :
siemensbiographmmr1 siemensbiographmmr2

GE Signa PET/MR :
gesignapet1 gesignapetmr2

Interessante enfatizar que até então, os engenheiros não podiam integrar PET e RM numa mesma máquina, justamente porque os ímãs poderosos que criam o campo magnético para o exame da ressonância interferiam nos detectores de imagem do scanner PET.

Logo, a grande inovação dessas fabricantes, foi justamente o desenvolvimento do sistema de blindagem especializada para praticamente eliminar as interferências do campo magnético na cadeia de detecção e processamento do PET. Veja neste vídeo como é a construção do sistema de detectores do sistema da GE Healthcare: Vídeo – Detector PET RM

Mas o que esperar clinicamente desta evolução tecnológica?
A tecnologia de ressonância magnética (RM) é excelente para gerar imagem de tecidos moles, bem como para análises de detalhes funcionais e morfológicos. Por sua vez, o PET permite que os clínicos visualizem a atividade celular e o metabolismo.

Quando estas duas poderosas ferramentas são combinadas, os médicos são capazes de ver as alterações celulares iniciais, antes mesmo que qualquer alteração anatômica possa ser observada e, então, poderão fundir as imagens anatômicas e dados bioquímicos ativos para identificar a área de crescimento celular anormal. Portanto, esta nova tecnologia traz para área médica uma grande expectativa de encurtar o tempo entre o diagnóstico e tratamento do câncer. Veja no vídeo abaixo, uma simulação de como a simultaneidade permite grande ganho de tempo de exame: Vídeo Siemens PET RM

tumoresPode-se dizer que a PET RM trará um novo potencial clínico para diagnosticar tumores da cabeça e pescoço, muitos tipos de câncer, tumores do fígado, tumores pélvicos, tumores musculoesqueléticos e doenças cardíacas.

Também na área científica, é razoável esperar que a PET RM trará importantes avanços, pois abrirá novas perspectivas para as pesquisas no campo da neurociência e doenças neurológicas, como a neuro-degeneração, isquemia cerebral, neuro-oncologia e convulsões.

Vale dizer que os exames de PET-RM, se comparados com os já conhecidos exames de PET-CT, têm a grande vantagem de expor os pacientes à doses de radiação significativamente menores. Como essa é uma preocupação da maioria dos pacientes há uma previsão de que a disponibilidade dos exames PET-RM possa substituir gradualmente a demanda por exames de PET-CT.

Nós, entusiastas que somos por tecnologia médica, ficamos mais do que empolgados com esta inovação. Não só pelo fascínio com a engenharia de ponta, mas principalmente pela sua capacidade de aumentar a qualidade de vida das pessoas.