BP implementa novo sistema de monitoramento

123

Em dezembro de 2017, a BP – Beneficência Portuguesa de São Paulo -, considerada um dos maiores polos privados de saúde da América Latinha, investiu em um novo projeto de videomonitoramento considerado um ponto de virada para a operação em todos os setores da entidade. O projeto, desenvolvido pela Teleinfo, cobre todas as áreas da BP, incluindo ambientes externos. Para cada local foi considerada a resolução de cada equipamento, funcionalidade dia/noite, LED IR integrado, WDR de captura forense e tecnologia lightfinder para a melhor visualização das cenas, independentemente do cenário. No novo sistema foram utilizadas 119 câmeras de rede AXIS, e as imagens são gerenciadas po meio de um software desenvolvido pela Digifort, que conta com o algoritmo para compressão Zipstream, que reduz a largura de banda consumida pela transmissão das imagens.

A principal preocupação da BP era melhorar a experiência de seus clientes em todos os sentidos. “A Axis e a Teleinfo têm como conceito a inovação constante, especificamente no segmento de security, ou seja, oferecer a pronta resposta aos incidentes ocorridos. A integração permite uma sinergia entre os diversos sistemas de segurança, o que reduz perdas e melhora a experiência dos nossos clientes”, comenta Adriano Yuzo Mizuguti, gerente corporativo de Segurança Patrimonial da BP.

Segurança e discrição

O cuidado com o bem-estar dos clientes, acompanhantes e equipe médica também foi levado em consideração na hora de elaborar o sistema de segurança. “No ambiente hospitalar, é importante oferecer segurança aliada à privacidade dos clientes. Desta forma, as câmeras têm design discreto e permitem unir esses dois requisitos”, explica Mizuguti.

A resolução e tecnologias exclusivas da Axis foram os vetores que permitiram uma operação de segurança muito mais abrangente e eficaz. O projeto combina funcionalidades como lightfinder, para a visualização de imagens coloridas em ambientes com pouca luz, como 0,18 lux ou inferior.

Alguns modelos instalados também dispõem de WDR com captura forense, que aplica um conjunto de algoritmos avançados que reduzem níveis de ruídos e exibem cada detalhe na cena da melhor maneira possível. Assim, o vídeo é altamente otimizado para fins forenses, garantindo que todos os detalhes sejam capturados em áreas escuras e claras ao mesmo tempo, mesmo em cenas com condições de iluminação muito complexas, oferecendo mais assertividade na identificação de suspeitos, por exemplo.

“Para nos precavermos, monitoramos grandes áreas de alto fluxo, mapeando algumas delas diariamente. O sistema de vídeo analítico utilizado permite que esse processo seja automatizado, o que contribui para minimizar falhas”, explica Mizuguti.

Além da segurança

As áreas de acessos de pessoas foram os principais pontos de monitoramento do projeto, porque possibilitam a identificação de quem acessa as imediações da BP. Nesses pontos, as câmeras auxiliam a equipe a realizar ações preventivas que ultrapassam a segurança.

“As imagens ajudam a melhorar o fluxo de filas no atendimento das recepções internas, monitorar o nível de atendimento nas áreas de entrega e recebimento de veículos, além de permitir que equipes de apoio possam agir em casos de urgência e emergência”, diz Wellington de Almeida Pimentel Junior, Gerente de Infraestrutura de TI da BP.

Para Marco Antônio Rodrigues Avelar, diretor de Integração e Tecnologias Avançadas da Teleinfo, “o sistema de videomonitoramento propicia, além da efetiva vigilância patrimonial, aplicações em qualquer área do negócio, o que contribui no desenvolvimento dos processos. Conforme informações recebidas, a BP utiliza as imagens para realização de auditorias internas e controle de qualidade”.

O protocolo de integração OVINF utilizado permite a integração com outros sistemas, como o de controle de acesso. Isso permite criar regras em que as catracas de acesso e portas possam ser monitoradas de maneira mais inteligente pelas câmeras de rede. “Por exemplo, ao perceber um cliente saindo de um ambiente controlado, as imagens são sobrepostas no monitoramento, o que permite mais segurança para toda a equipe médica”, exemplifica Pimentel.

Resultado

Além da segurança, o sistema de videomonitoramento contribuiu para reforçar a excelência da BP no atendimento aos clientes e outras operações cotidianas – como auditorias internas, controle de qualidade, melhora no fluxo de filas no atendimento das recepções e monitoramento do nível de atendimento nas áreas de entrega e recebimento de veículos. As imagens impactaram positivamente inclusive o atendimento médico-hospitalar, permitindo com que equipes de apoio possam agir com ainda mais rapidez em emergências. Além disso, o design discreto dos equipamentos permitiu agregar a tecnologia ao dia a dia da instituição sem tirar a sensação de privacidade de pacientes e acompanhantes.