As mais lidas da Semana

29

Marcelo Silva é eleito presidente da IMIA-LAC

O diretor executivo da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (Sbis), Marcelo Lucio Silva foi eleito presidente da Associação Internacional de Informática Médica para a América Latina & Caribe (IMIA-LAC) para o mandato 2018/2021. Formado em processamento de dados pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Silva assumirá a presidência da entidade durante o Congresso Latino-Americano de Informática em Saúde (InfoLAC), em 2018.

Salesforce investe US$ 50 mi em Fundo de Inovação para AI

A Salesforce, líder global em CRM, acaba de criar um Fundo de Inovação em Inteligência Artificial de US$ 50 milhões para impulsionar o desenvolvimento de soluções de IA. Gerido pelo grupo de investimentos corporativos Salesforce Ventures, pertencente à Salesforce, o fundo visa acelerar o desenvolvimento de soluções transformadoras de IA.

Fundação Zerbini e Israel fazem parcerias para Inovação na Saúde

Na última quarta-feira, 27,  a Fundação Zerbini, representando o Instituto do Coração (InCor), e o governo de Israel, por meio do Israel Trade & Investment no Brasil assinaram um acordo de intenções para promoverem projetos e parcerias em inovação na saúde e ciências da vida.

O objetivo da colaboração bilateral é promover a interação entre os centros de inovação, empresas e hospitais israelenses o e InCor (HCFMUSP), em áreas como biotecnologia aplicada à saúde, co-inovação em produtos e serviços de telemedicina e tecnologias relacionados à saúde e ao bem-estar.

Transformação digital na Saúde: 4 passos essenciais

A transformação digital tem sido abordada por gestores e empresas dos mais variados segmentos. Porém, mais do que adotar tecnologias inovadoras, é preciso, antes de tudo, avaliar a infraestrutura e outros aspectos tecnológicos para garantir a evolução da operação e o aprimoramento dos processos. No setor de saúde, a evolução tecnológica tem potencial para garantir mais segurança ao paciente, tanto em relação aos dados como na redução de erros médicos, e contribui para a diminuição do tempo de internação e aumento da receita dos hospitais. Para alcançar esses resultados são necessárias quatro etapas que abordarei abaixo (…).

Prontuário eletrônico impulsiona a medicina preventiva

À medida que tecnologias são incorporadas pelos hospitais, mais informações são geradas no sistema e a integração dos dados ganha mais importância. O Prontuário Eletrônico dPEPo Paciente (PEP), ferramenta de autoconhecimento hospitalar, pode ajudar no monitoramento do estado de saúde dos pacientes, já que facilita o acesso às informações tanto para os profissionais de saúde quanto para os próprios pacientes. Isso porque a ferramenta, além de integrar dados, permite qualidade e eficácia no atendimento e impulsiona a medicina preventiva e promoção da saúde.