Projeto do hospital universitário de São Carlos economizará 18% de energia

0
10

Serão substituídas 1.300 lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de LED, mais duráveis e econômicas

Um projeto apresentado pelo Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar) resultará na economia anual de energia de 100 MWh, que corresponde a 18% do consumo atual da unidade. A economia será possível devido a aprovação de um projeto do HU na chamada pública do Programa de Eficiência Energética (PEE) da CPFL, companhia energética paulista. O trabalho da concessionária no HU deve ser finalizado até o final do mês de julho.

O projeto foi elaborado por Leandro Azeka, engenheiro eletricista do hospital filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), e teve como objetivo propor um novo sistema de iluminação composto por lâmpadas com tecnologia a LED. A concessionária de energia vai investir R$ 100 mil no HU para a substituição de 1.300 lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de LED, mantendo o sistema atual de luminárias, além de medições e diagnóstico energético.

Com esse investimento, a economia irá gerar um benefício no valor de R$ 37 mil por ano. Além disso, Leandro aponta outras vantagens: “Menor consumo de energia elétrica, podendo economizar em até 50% a energia utilizada para a iluminação, se comparado com as lâmpadas fluorescentes atuais; diminuição do custo de manutenção e quantidade de ordens de serviço, já que a vida útil das novas lâmpadas é superior a do sistema atual; e a sustentabilidade, uma vez que as lâmpadas de LED podem ser descartadas e até recicladas por não possuírem metais pesados em sua produção”, esclareceu.

Segundo Juliano Campos, engenheiro de Eficiência Energética da CPFL, a ideia apresentada pelo corpo técnico do HU-UFSCar foi aprovada por ter seguido as regras estipuladas no edital do programa. “O PEE busca o desenvolvimento de projetos de eficiência energética junto às comunidades residenciais, entidades privadas e órgãos públicos, disseminando a utilização inteligente de energia elétrica e a instalação de equipamentos eficientes, com foco na inovação tecnológica, sustentabilidade e preservação dos recursos naturais. E o projeto do hospital atendeu a todos esses requisitos”, destaca Juliano.

O engenheiro eletricista do HU afirma que as novas áreas de ampliação do hospital, que devem ser inauguradas em breve, já contam com luminárias a LED. “A previsão é que tenhamos 100% do nosso sistema de iluminação baseado neste tipo de tecnologia”.