Obras de finalização da UPA da Próspera estão próximas de começar

0
13

Nova unidade ampliará os serviços de saúde oferecidos nos 24 Horas

As obras para conclusão da Unidade de Pronto atendimento (UPA – Porte II) 24 Horas do bairro Próspera devem iniciar em poucos dias. Após o processo de licitação ser finalizado, a empresa Forte Rocha Construtora Ltda., vencedora do pleito, concluirá os serviços no prédio de 1.558 m². Instalada entre as ruas Júlio Benedet Salvador e Antônio Benedet, a nova unidade poderá atender (urgência/emergência) de 150 a 300 pessoas por dia, e servirá de ponte entre atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e hospitais.

As obras de conclusão recebem recursos do governo federal, estadual e municipal, no valor de R$ 661.534,06, e devem ser concluídos em até 10 meses. Nesta etapa serão realizadas melhorias nas esquadrias, instalação de sistema preventivo de incêndio, revestimento em forro modular de fibra mineral, pintura e acabamentos, entre outros serviços.

Segundo o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, é importante concluir a obra, principalmente em respeito aos moradores, que necessitam de qualidade no atendimento em saúde. “O nosso governo tem muito respeito a população criciumense. Por esse motivo, buscamos recursos para concluir essa obra, como já falei em outros momentos. Assim que entrar em funcionamento, o Pronto Atendimento irá desafogar os serviços de urgência e emergência do Hospital São José, além de atender alguns serviços prestados no 24 Horas da Próspera. Esse é mais um passo que estamos dando para prestar uma saúde de qualidade para os munícipes”, ressalta.

A UPA Porte II (área de abrangência de 100 a 200 mil habitantes) contará com 12 leitos, sendo quatro femininos, quatro masculinos e quatro pediátricos. A unidade funcionará sete dias por semana com atendimentos de médicos clínicos e pediatras. Os pacientes poderão ficar no Pronto Atendimento em observação por até 24 horas. O local contará com salas de Raio-X, Eletrocardiograma, Ultrassom, Laboratório de Exames e Sala de Gesso. Aproximadamente 80 profissionais atuarão no espaço.

Conforme a secretária municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski, este é um equipamento essencial que, ao ser concluído, possibilitará melhora no atendimento em saúde. “Assim que deixarmos essa obra bem estruturada para atender a população, a Administração fará a entrega da UPA e garantirá que este serviço esteja disponível aos criciumenses. Vamos deixar ela bem equipada e preparada para levar conforto para os pacientes e funcionários”, comenta.

Para a secretária municipal de Saúde, Francielle Lazzarin Gava, a UPA da Próspera vai provocar uma grande mudança na atenção em saúde de Criciúma. “Boa parte dos atendimentos prestados no hospital poderão ser realizados neste novo local assim que estiver concluída a obra. O paciente vai ter atendimento de acordo com a gravidade do quadro, até estabilizar clinicamente e, se o médico plantonista achar necessário, poderá ficar em observação por até 24 horas, para que tenha um diagnóstico preciso. Após elucidação do caso, o paciente pode ser liberado, ou encaminhado para unidade hospitalar”, explica.