Husm constroi bunker para abrigar equipamento de tratamento contra o câncer

0
40

O Ministério da Saúde e Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) assinaram, no dia 14 de junho, ordem de serviço para a construção de um bunker (sala especial com blindagem para radiação), que irá receber o segundo acelerador linear do hospital. O equipamento é usado no tratamento de câncer, pois emite radiações para destruir ou impedir que as células de um tumor aumentem, e irá ampliar a capacidade de atendimento no hospital.

De acordo com o gerente administrativo do Husm, João Batista de Vasconcellos, a empresa que venceu a licitação nacional tem até dez dias para iniciar a obra: uma sala de 212 m², que será erguida ao lado da Radioterapia. A previsão é de que a construção seja concluída no início de 2017. “As paredes do bunker terão aproximadamente um metro de espessura de puro concreto e ferro”, explica Vasconcellos.

De acordo com os engenheiros do Ministério da Saúde – que irão fiscalizar a obra -, os aceleradores lineares previstos no Plano de Expansão da Radioterapia são equipamentos de alta complexidade tecnológica e não podem ser instalados sem as devidas adequações. As instalações exigem espaço físico com características peculiares, uma vez que envolve, por exemplo, sistemas de climatização específicos, refrigeração da água, sistema elétrico e espessura das paredes.

O acelerador linear a ser instalado no Husm está entre os 80 aparelhos adquiridos pelo Ministério da Saúde, em 2014. O novo equipamento e a convocação dos técnicos em radioterapia – aprovados no concurso da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) – irão ampliar o horário de atendimento e duplicar a capacidade instalada para o tratamento de radioterapia no hospital, possibilitando suprir a demanda do Sistema Único de Saúde (SUS) na região.