Hospital em SC é ampliado com investimentos de R$ 11,2 milhões

0
10

Moradores de Joaçaba e região passam a contar, a partir desta sexta-feira, 8, com uma nova ala de atendimento no Hospital Universitário Santa Terezinha (Hust). A revitalização e ampliação foram inauguradas com a presença do governador Raimundo Colombo. A nova torre, chamada João Paulo II, praticamente dobra a capacidade do hospital, com a maioria dos serviços do novo espaço já em funcionamento. A obra conta com R$ 11,2 milhões de investimentos do Governo, via Fundo Estadual de Saúde.

A obra teve início em 2010 e foi executada em cinco etapas. O novo prédio contempla 87 novos leitos, além de centro cirúrgico, Hospital de Urgências (Hospital Dia), centro de nutrição e dietética, área pedagógica, setor de quimioterapia, entre outros. A área construída da unidade, que era de 6,2 mil metros quadrados, agora é 13 mil metros quadrados.

No subsolo 2, estão o centro de nutrição e dietética, almoxarifado, necrotério e estacionamento. No subsolo 1, refeitório, quimioterapia e banco de sangue. No térreo, funcionam o Hospital de Urgências (Hospital Dia), a área pedagógica e internamentos. No segundo andar, está a maternidade. O terceiro e o quarto andares são para internamentos.
O hospital passa a contar com 193 leitos. Conforme a direção da unidade, o Hust contempla uma população de mais de 600 mil pessoas, de 55 municípios do Meio-Oeste. Mais de cinco mil pessoas são atendidas mensalmente no hospital, que realiza cerca de 130 mil procedimentos de laboratório e diagnóstico por ano.

O diretor do Hust, Adgar Bitencourt, falou da importância em investir nas estruturas de saúde do interior. “É uma forma de diminuir os deslocamentos da população em busca de atendimento em hospitais de outros centros, que acabam acumulando demandas”. Segundo ele, o hospital também cumpre a missão de capacitar os futuros profissionais, já que os estudantes universitários da área da saúde realizam estágios na unidade. “Não é só um prédio, mas um investimento direto em uma área que é prioridade para a grande maioria da população. Com essa obra, nos sentimos mais seguros em saber que temos aqui na nossa região uma estrutura adequada e que já está funcionando”, completa o metalúrgico Márcio de Oliveira, morador de Joaçaba.