Hospital Colônia Adauto Botelho (PR) tem novas instalações elétricas e hidrossanitárias

0
366
Inauguração de ampliação e reforma do Hospital Colônia Adauto Botelho. Curitiba,13/02/2017 Foto:Venilton Küchler

As obras de reforma do Hospital Colônia Adauto Botelho, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (PR), foram entregues pelo secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, no dia 13 de fevereiro. Referência estadual em atendimento psiquiátrico, a unidade conta agora com um novo sistema elétrico, equipado com gerador, e também recebeu melhorias na rede hidrossanitária e na pintura. O investimento foi de R$ 2 milhões.

“Esta é a maior intervenção física no hospital desde sua fundação, em 1954. Uma estrutura importante, que precisou ser modernizada para garantir melhores condições de atendimento aos pacientes”, disse o secretário.

Foi necessário trocar toda a fiação elétrica, que era datada de 60 anos atrás. O gerador, já adquirido, agora foi adequadamente interligado ao sistema e está a disposição em situações de emergência. Além disso, foi substituída também toda a tubulação, que ainda era de ferro. Já a pintura deu cara nova à fachada e às demais instalações da unidade.

Segundo Caputo Neto, os investimentos demonstram a preocupação do Governo do Estado com a rede hospitalar na área de saúde mental. “Apesar da reforma psiquiátrica, ainda há casos em que a internação é a melhor alternativa de tratamento. E o trabalho feito aqui é reconhecido nacionalmente, muito por conta das atividades desenvolvidas para reinserir o paciente na sociedade”, ressaltou.

O Adauto Botelho conta hoje com 82 leitos ativos. São 58 leitos nas duas alas de atendimento a pacientes com transtornos mentais (masculina e feminina); 10 na unidade Flor de Liz, especializada em dependência química feminina; e mais 14 na unidade assistida, que abriga pacientes asilados e com dependência funcional.

Na solenidade, também foi entregue um guincho elétrico (transfer), essencial para o deslocamento de pacientes com dificuldades de locomoção. “O equipamento vai facilitar o trabalho dos profissionais de saúde, reduzindo o esforço físico do cuidador, e ainda vai oferecer mais conforto e segurança aos pacientes”, explicou o diretor-geral do Hospital Colônia Adauto Botelho, Osvaldo Tchaikovski Júnior.

Além do tratamento convencional, os pacientes têm à disposição uma série de atividades lúdicas, como aulas de pintura, escultura, artesanato, música, jardinagem e informática. As oficinas fazem parte do trabalho multiprofissional desenvolvido pela equipe do Hospital e são indicadas a partir de uma avaliação que leva em conta a aptidão e o grau de interesse do paciente.

A expectativa é ampliar ainda mais a oferta de leitos e serviços na unidade. Ao todo, mais 25 profissionais de saúde serão incorporados ao quadro de funcionários do hospital. Dez deles já fizeram, inclusive, exames médicos de admissão. Entre eles estão médico psiquiatra, médico clínico, nutricionista, psicólogo, farmacêutico, técnico de enfermagem, enfermeiro, assistente de farmácia.