Hospital 9 de Julho inaugura nova torre com investimento de R$ 350 milhões

0
233

O Hospital 9 de Julho acaba de inaugurar sua nova torre. Também situado na Rua Peixoto Gomide, o edifício é interligado ao prédio que já abriga o hospital. Com investimento de R$ 350 milhões, o prédio conta com 18 andares e 19 mil m² construídos. “Este empreendimento permite aumentar a nossa capacidade de internação e cirurgias simultâneas para atender à crescente demanda da cidade de São Paulo por mais leitos e salas cirúrgicas de alta complexidade”, afirma o diretor geral do hospital, Dr. Alfonso Migliore Neto.

Dos 18 andares, oito são subsolos para estacionamento, que somam 220 vagas, o que oferece mais comodidade aos pacientes e acompanhantes em uma região com escassez de locais para estacionar. O prédio conta, ainda, com um novo auditório com salas modulares e capacidade total para mais de 100 pessoas.

“A torre foi projetada para abrigar o que há de melhor no acolhimento ao paciente, como o uso de luz natural, espaços aconchegantes e cores agradáveis”, explica o Dr. Migliore Neto.

A construção seguiu o conceito Green Building, com um projeto totalmente voltado para a sustentabilidade. Com uso de energia solar e aproveitamento da luz natural, o novo sistema elétrico permite economia de 20% em energia. A instalação de redutores de vazão em torneiras, vasos sanitários e chuveiros reduzem em até 30% o consumo de água.

Dos 120 novos leitos, oito são suítes de 50 m², totalizando 11 quartos com área distinta para paciente e acompanhante. O Espaço Unic, como é chamado, oferece o que há de melhor e mais moderno em hotelaria hospitalar. Os quartos são equipados com TVs de última geração integradas ao canal exclusivo da instituição, o que permite acesso aos projetos como o Cine9, programa de humanização que traz o cinema para dentro do hospital, informações sobre serviços disponíveis na região, previsão do tempo etc.

Com a inauguração, o H9J passou a contar com 410 leitos e a ampliação de 14 para 22 salas cirúrgicas, sendo duas delas híbridas, com equipamento de Hemodinâmica e Ressonância Magnética, além da sala exclusiva para cirurgia robótica. “Como boa parte de nossa demanda é focada em alta complexidade, isso faz grande diferença na agilidade do atendimento e resolubilidade dos procedimentos”, observa o diretor geral do Hospital 9 de Julho.

A expectativa é que a expansão aumente em mais de 40% o número de internações e em 50% o volume de cirurgias já no primeiro ano de funcionamento. Para suportar a demanda foram contratados 190 funcionários. Hoje são 2.390.

Hospital 9 de Julho em números:

  • 410 leitos;
  • 5 UTIs com 78 leitos;
  • UCE com 33 leitos;
  • 2.390 colaboradores;
  • 4 mil médicos cadastrados no Corpo Clínico;
  • 22 salas cirúrgicas, sendo 2 salas híbridas;
  • 57.000 m2 de área construída.

Atendimentos / mês:

  • 12 mil atendimentos PS
  • 1,6 mil procedimentos cirúrgicos
  • 1,5 mil internações
  • 10 mil consultas ambulatoriais
  • 60 altas / dia