Especializada na confecção de poltronas, Kastrup tem no portfólio o atendimento de obras imponentes e de grande valor arquitetônico, como no HCor

0
22

Auditórios, salas de espetáculo e de convenções, teatros, igrejas. São espaços grandiosos, muitas vezes concebidos dentro de projetos arquitetônicos arrojados e inovadores, em que um elemento nunca pode ficar em segundo plano: os assentos. A atenção com elas exige um carinho especial, aliando funcionalidade, beleza, sofisticação e, principalmente, conforto.

O que caracteriza um auditório de primeira linha, por exemplo, “não é apenas o conforto, mas também a beleza do conjunto em harmonia com o ambiente; a possibilidade de conectividade através de energia e lógica; a absorção acústica; e a precisa distribuição das poltronas, obtendo espaçamentos e alinhamentos adequados. Estas características são fundamentais para a excelência do projeto”, diz Egeu Emílio Feix, diretor-presidente da Kastrup, empresa paranaense especializada na confecção de poltronas e com vasta carteira de clientes no Brasil e no exterior.

Por conta da expertise acumulada nesta área, a Kastrup, inclusive, foi selecionada para participar de um nicho de mercado bastante exigente: de restauração de poltronas de teatros, tendo no portfólio o restauro das poltronas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, do Teatro Municipal de São Paulo e do Teatro Guaíra, de Curitiba.

A Kastrup atua também em estudos construtivos de auditórios para diferentes segmentos, contribuindo sobretudo com detalhes técnicos, que são importantes para este tipo de projeto.

Na Saúde, por exemplo, a empresa já foi responsável pelas poltronas dos auditórios de várias instituições, concebendo espaços modernos e funcionais. Um projeto de destaque nesta área foi realizado no HCor – Hospital do Coração, em São Paulo. No novo edifício da instituição, denominado Dr. Adib Jatene, o auditório recebeu mais de 200 poltronas Kastrup. “Não poderíamos deixar de agradecer a confiança que nos foi depositada pelo HCor e todos os profissionais envolvidos. Sentimo-nos honrados em estarmos presentes em um espaço que é referência hospitalar no país”, salienta Feix.

 

O projeto

No projeto do auditório do HCor, a Kastrup realizou, primeiramente, estudos técnicos de visibilidade, layout, composição do piso e desenvolvimento do produto, contemplando todas as particularidades desejadas, tais como revestimento, tonalidade de madeira, prancheta etc. Na segunda etapa, houve a entrega e a instalação, através de técnicos altamente treinados e capacitados. “Iniciamos nossas tratativas em julho de 2013 e finalizamos aproximadamente em 90 dias.”

Segundo o diretor-presidente da empresa, trata-se de um auditório amplo e confortável, construído com preciosismo nos acabamentos. Possui 13 filas de poltronas instaladas sobre degraus e dispostas em curva, permitindo excelente visibilidade. No total foram instaladas 214 poltronas, contemplando inclusive a normatização quanto à acessibilidade.

No projeto, as poltronas escolhidas – modelo KAS 015 Mirage – possuem sistema de rebatimento automático de assento e encosto. Uma função que permite melhor circulação das pessoas entre as filas. As pranchetas possuem sistema anti-pânico, permitindo o desarme automático quando necessário. Inclusive o sistema está alojado no interior das estruturas, desobstruindo totalmente as áreas de circulação. Além disso, as poltronas possuem um primoroso acabamento em madeira no padrão Mogno Turim nas áreas externas dos assentos e encostos, além do apoio de braços.

“Nossos acabamentos em madeira são de qualidade artesanal. A partir de lâminas de madeira de diferentes espécies e certificadas, podemos produzir os acabamentos em diversas tonalidades”, diz Feix. Neste auditório do HCor, a acústica do ambiente foi muito bem trabalhada com painéis em madeira. “Padronizamos então a tonalidade da madeira com os painéis, além de incorporar perfurações objetivando a absorção sonora pelas poltronas”, acrescenta.

 

Constante aprimoramento

A Kastrup conta com um laboratório destinado à criação e ao desenvolvimento de poltronas, o que possibilita flexibilidade de adequação aos requisitos de projetos arrojados, criativos e inovadores dos profissionais de arquitetura. “Como produzimos todos os componentes dos nossos produtos, podemos construí-los nas medidas necessárias à perfeita adequação ao espaço. Sempre respeitamos o alinhamento dos corredores, mesmo que as poltronas estejam dispostas em curva e em diferentes raios”, relata Feix.

A empresa trabalha para permitir e criar acesso às novidades tecnológicas em matéria de poltronas. O executivo da empresa explica que, além da movimentação da poltrona – importante para proporcionar conforto ergonômico e operacional -, o acesso à tecnologia de comunicação e de informação é fundamental. “Inclusive, especificamente na área de Saúde, estamos em parceria com especialistas do Chile com o objetivo de aplicar cobre em alguns componentes para aproveitar as propriedades bactericidas deste elemento.”

Atualmente, a Kastrup tem em estudo diversos projetos, tanto de maior quanto de menor complexidade. “Em Saúde, além do HCor, podemos mencionar alguns projetos que realizamos e que foram muito importantes para a empresa, como o Hospital do Trabalhador, o Hospital da Cruz Vermelha, o Hospital Cardiológico Costantini e o Hospital do Idoso, todos em Curitiba; e ainda o IRCAD, em Barretos; o Albert Einstein, em São Paulo; e a FAMERP, em São José do Rio Preto”, finaliza o diretor-presidente da Kastrup.

*Essa matéria foi publicada na 24ª edição da revista HealthARQ.