Além de planejamento orçamentário, consultoria técnica de construção auxilia no monitoramento de prazos e desempenho da obra

0
102

Apesar do setor de construção e arquitetura na Saúde ter apresentado grandes avanços nos últimos anos, a gestão de custos ainda acaba por ficar à deriva de grandes projetos. Isso acontece porque muitos gestores focam em executar o projeto e se esquecem de planejar as despesas da obra.

No entanto, um bom projeto precisa de um planejamento orçamentário estratégico para que o desenho ganhe vida e saia do papel, evitando também atrasos de entrega. Visando transformar esses fundamentos em realidade, a Unimed Pelotas buscou uma consultoria técnica para a continuação das obras de construção do seu complexo hospitalar.

Segundo Pedro Fornari, coordenador de Projetos da Fornari Construções, construtora responsável pelo planejamento estratégico da obra, a consultoria elaborada para a Unimed Pelotas será responsável por realizar um orçamento discriminado para a execução das edificações remanescentes do empreendimento, como também um cronograma físico-financeiro que compreende todas as disciplinas.

Para esse projeto, o profissional explica que foram executadas análises críticas de cada etapa do processo. “Antes de iniciamos todos os trabalhos, realizamos um startup do projeto para tomar conhecimento do histórico completo do empreendimento. Buscamos um diagnóstico preciso para encontrar a melhor solução para a condução da retomada das obras. Através de uma análise de viabilidade, estamos propondo sugestões para ganhar economia no planejamento e na gestão das obras.”

Após esta análise, a construtora iniciou efetivamente os trabalhos de consultoria técnica, que continuam ainda em execução. De acordo com Fornari, o desafio principal deste projeto é demonstrar o orçamento global do empreendimento. “Apresentaremos também um cronograma de desembolso para o planejamento do fluxo financeiro, que, através da expertise da nossa equipe, chegaremos a um orçamento compatível com a capacidade financeira da Instituição”, esclarece.

Ainda, o coordenador de Projetos revela que, mesmo em vias de contratação, a Fornari Construções está propondo à coorporativa uma elaboração de projetos complementares, como instalações elétricas e Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA), hidráulicas e de gases medicinais, englobando, assim, a harmonização geral da obra.

“A compatibilização dos projetos seria gerenciada pela nossa equipe técnica, que além de elaborar os projetos de instalações elétrica, hidráulica e de gases medicinais, facilitaria a comunicação entre os projetos de arquitetura, estrutural, lógica, climatização e Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI)”, comenta Fornari sobre os possíveis trabalhos da construtora na Unidade.

 

Consultoria técnica

Entre os trabalhos desenvolvidos pela Fornari Construções está a consultoria técnica, responsável pelas atividades de: avaliação as premissas de desempenho da obra; gerenciamento de concorrências; orientação em elaboração de contratos; compatibilização dos projetos complementares; monitoramento dos prazos e metas; especificação das tecnologias médicas; elaboração do orçamento executivo e cronograma de desembolso.

 

Saúde em foco

A Fornari Construções é uma construtora especializada em gerenciamento e execução de obras em ambientes de saúde. Há mais de quatro anos no mercado, a empresa detém apreciável acervo técnico, tendo realizado trabalhos em instituições como Hospital Tramandaí (RS), Fundação Hospitalar Getúlio Vargas e Hospital do Trabalhador (PR).

“Acreditamos que nossa equipe técnica multidisciplinar, contando com arquitetos, engenheiro clínico, civil, eletricista e mecânico, seja nosso maior patrimônio. Somos conscientes de nosso papel como realizadores de projetos de vida, por isso creditamos nosso diferencial competitivo à competência e comprometimento que impomos em nossos projetos”, comenta Fornari.

 

Crescimento constante

Fundada em 1978, a Unimed Pelotas conta, hoje, com cerca de 480 médicos cooperados e mais de 70 pontos de atendimento, entre hospitais laboratórios e clínicas.  Presente em 13 municípios da região Sul do país, a cooperativa tem entre as suas últimas conquistas a construção do Complexo de Saúde da Cooperativa Médica, que está em funcionamento desde março de 2015. O projeto visa reunir em uma mesma área três setores: Pronto Atendimento, Hospital Dia e SOS.

Investindo em sua expansão ao longo dos últimos anos, a Instituição inaugurou, em janeiro deste ano, o Laboratório de Análises Clínicas – seu mais novo prédio. O espaço apresenta uma área de 530 m² com instalações amplas e equipamentos modernos, responsáveis por cerca de 42.5 mil exames mensais.

*Esta matéria foi publicada na 24ª edição da revista HealthARQ.