Home / Saúde Online / Saúde em expansão: hospital de Niterói investe R$ 35,5 milhões em ampliação

Saúde em expansão: hospital de Niterói investe R$ 35,5 milhões em ampliação

Nova unidade do HCN conta com 78 leitos de internação e a maternidade mais segura da cidade. Os bebês receberão pulseiras de segurança com chip de monitoramento e familiares terão canal de TV exclusivo para acompanhar o parto e todos os momentos do recém-nascido no hospital

 

01_g
Imagem: Divulgação

A demanda crescente de clientes que migram cada vez mais para a rede privada de saúde – segundo a Agência Nacional de Saúde (ANS), são 49,2 milhões de usuários, aumento de 58% desde 2000 – vem provocando um processo de expansão nas unidades particulares do Rio de Janeiro. Um exemplo desse movimento é a criação da Unidade III do Hospital de Clínicas de Niterói, composta por um novo prédio de 10 andares, com 78 leitos de internação, Emergência Obstétrica 24 horas, UTI Neonatal e uma maternidade com capacidade para realizar mais de 500 partos por mês. Tal avanço é resultado de um investimento maciço em tecnologia, infraestrutura e recursos humanos que totalizam a cifra de R$ 35,5 milhões e mobilizam cerca de 400 colaboradores.

Assim como o valor investido, a nova estrutura – que será inaugurada dia 13 de maio – também é volumosa. O prédio, com 4.793 metros quadrados, conta com 50 apartamentos privativos, 4 leitos VIPs, 4 salas cirúrgicas no Centro Obstétrico,  24 leitos de UTI Neonatal, 4 consultórios para emergências obstétricas, 2 leitos de repouso, 3 poltronas de hidratação, solário para médicos e funcionários, espaço dedicado à família e sistema de segurança para recém-nascidos inédito na Região Leste Fluminense.

“Essa nova unidade será a mais segura da região, pois conta com o que há de mais moderno em equipamentos e estrutura para internação e cirurgias. Além disso, esse novo prédio será o marco da transformação do hospital em complexo hospitalar. Deixamos de ser HCN e passamos a assinar CHN – Complexo Hospitalar de Niterói”, afirma Ilza Fellows, diretora-geral do hospital.

A maternidade oferecerá como diferenciais suporte técnico para médicos e pacientes e soluções tecnológicas para garantir ainda mais segurança para os pacientes. Para isso, a unidade será a primeira em Niterói a colocar pulseiras com chip de rastreamento nos recém-nascidos, o que permite o monitoramento deles desde o nascimento até a alta hospitalar, por meio da tecnologia RFID (identificação por radiofrequência), com o objetivo de evitar que sejam levados para fora da unidade sem a alta e a presença do responsável. O recurso tecnológico indica a localização exata do bebê, evitando riscos de movimentação indevida.

“Através do chip da pulseira, a mãe e o bebê recebem uma identificação atrelada um ao outro, que podem ser localizados em todos os lugares do hospital. Ao retirar a pulseira sem autorização ou sair da área delimitada, é soado um alarme em tempo real e verificada a localização da criança. Além disso, a porta principal da unidade trava na tentativa de retirada. E, mais, a identificação é única entre a mãe e o bebê, dessa forma, outra mãe com pulseira não tem acesso a outra criança”, reforça a diretora.

Outra novidade será o sistema de TV exclusivo para pacientes, a TV Bebê, um canal acionado por senha disponível para as gestantes nos aparelhos smart TVs instalados em todos os quartos privativos. Por meio desse canal, é possível que os pais recebam recados pelas redes sociais; os familiares e amigos vejam do quarto o parto ao vivo (com a autorização da equipe médica) e o recém-nascido seja monitorado na incubadora e no berçário.

Segundo a diretora do hospital, um dos grandes diferenciais da maternidade é o fato de ser um espaço dedicado, mas interligado ao hospital: “Nosso foco materno-infantil estará amparado pela estrutura do hospital, com Unidade de Terapia Intensiva de adulto e suporte de clínica médica disponíveis para acompanhar qualquer intercorrência”, enfatizou Ilza Fellows.

A equipe da maternidade é composta pelos seguintes especialistas: Leonardo Nese, diretor médico; Priscila Pyrrho e Daniela Machado, coordenadoras do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia; e Adriana Oliveira, coordenadora da Enfermagem.

Saiba mais sobre o HCN

O HCN – localizado no Centro de Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro – é um dos principais hospitais da região, com mais de 10 mil atendimentos por mês no Serviço de Emergência. Atualmente, o hospital possui quase 200 leitos, divididos em Centro de Tratamento Intensivo (CTI) para adultos (geral, cardiointensivo e neurológico), quartos privativos, enfermarias, Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica, laboratório de exames de análises clínicas e serviço de imagem de última geração. A unidade é focada em atendimentos de altíssima complexidade, sendo pioneira na realização de transplantes na rede privada de saúde.

O hospital vem passando por diversas transformações, com investimento na melhoria da infraestrutura, implementação de novo sistema de gestão hospitalar e aquisição de novos equipamentos. Tudo isso com uma equipe multidisciplinar qualificada nas respectivas especialidades.

A troca de lugar do “H” com o “C” significa, acima de tudo, que o hospital se transformou em algo ainda maior e melhor. Isso representa não só a mudança de nome, mas um marco na história da nossa unidade, um novo conceito e filosofia de expansão e excelência assistencial construídos ao longo desses anos.

Nos próximos dois anos, mais unidades serão inauguradas totalizando cerca de 450 leitos para a população, com isso, o hospital será o maior complexo de saúde do Estado do Rio de Janeiro. Conheça as Unidades:

Unidade I – Concentra os serviços de Alta Complexidade – Transplantes, UTIs (pediátrica e adulta), Centro Cirúrgico, Emergência, Unidade Cardiovascular e outros.

Unidade II – Emergência Pediátrica e Núcleo Diagnóstico

Unidade III – Materno-Infantil e Internação

Unidade IV – Back Office

Unidade V – Centro Diagnóstico, Day-Clinic, Centro de Infusão, Internação, etc.

Unidade VI – Main Entrance, Centro de Estudos

Unidade VII – Internação e Área VIP

Sobre

Veja também

Carlos Eduardo Gouvêa, do IES, fala sobre as ferramentas de Governança e Compliance como estratégia para garantir a sustentabilidade do mercado de saúde

O Brasil avançou rumo a uma maior transparência na área da saúde. É o que …