Saúde de Minas Gerais recebe R$ 543,5 milhões


Valor é referente a emendas parlamentares e investimentos do governo federal e será distribuído para 138 municípios

O Ministério da Saúde liberou R$ 543,5 milhões para 722 serviços e leitos no estado de Minas Gerais. O valor é referente a emendas parlamentares e investimentos do governo federal.

“Esses recursos vão melhorar e acelerar exames, consultas e cirurgias, além de garantir o custeio de serviços que necessitavam de contrapartida federal”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, em visita ao município de Governador Valadares nesta sexta-feira (3).

O valor será distribuído em 138 municípios. Serviços como leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), voltados para os atendimentos de urgência e emergência, saúde bucal, saúde mental, entre outros, recebem R$ 195,1 milhões.

Há ainda R$ 348,4 milhões referentes a emendas parlamentares e R$ 15,6 milhões para custeio anual de 07 Unidades de Pronto Atendimento (UPA) nos municípios de Belo Horizonte, Carmo do Parnaíba, Contagem, Governador Valadares, Lagoa da Prata e Santo Antônio do Monte.

Além destes recursos, a pasta também está destinando mais R$ 203,5 milhões em empenhos para a construção, reforma e/ou ampliação de 122 Academias da Saúde, 7 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), 570 Unidades Básicas de Saúde (Requalifica UBS), 1 Estratégia Rede Cegonha, 22 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), 9 Unidades de Acolhimento, 1 Centro Especializado em Reabilitação (CER) e 2 Oficinas Ortopédicas.

Artigo Anterior Governo federal envia medicamentos para a Síria
Próximo Artigo Piauí dobrará número de leitos de UTI na rede hospitalar pública