Home / Saúde Online / Redução de custos e aumento na receita via SMS

Redução de custos e aumento na receita via SMS

Aroldo_Dr_Mobile
Aroldo Coriolano, Sócio-diretor do Dr. Mobile

Entre as diversas funções estratégicas que TI desempenha na Saúde está a capacidade de aproximar a instituição do paciente. Pensando nisso, o Hospital Nipo-Brasileiro vem utilizando as mais diversas possibilidades que a tecnologia proporciona. Exemplo disso é o envio de SMS aos pacientes sobre agendamento de consultas e exames.

“A comunicação via SMS permite uma otimização de nossas agendas, reduzindo nosso nível de absenteísmo, potencializando nosso atendimento eletivo”, afirma Walter Amauchi, Superintendente-geral do Hospital Nipo-Brasileiro. Segundo o executivo, são enviadas uma média de 35 mil mensagens de texto por mês para a orientação e informação dos pacientes.

“No caso do envio de SMS o retorno é fantástico porque se trata de um meio de comunicação muito barato, além de ser mais eficiente que uma ligação telefônica. Além disso, esse procedimento dispensa a atuação de vários funcionários, pois tudo é feito automaticamente. Ou seja, a redução de custo e o aumento de receita são ganhos inevitáveis no final do processo”, explica Aroldo Coriolano, Sócio-diretor do Dr. Mobile.

O maior desafio para a implantação do projeto, segundo Coriolano, foi convencer os gestores de que haveria uma redução no absenteísmo. “Temos acompanhado todos os meses após a implantação e o percentual de absenteísmo foi menor em todos os meses em comparação ao mesmo período do ano passado. Temos setores que registraram uma redução de mais de 40%.”

O Dr. Mobile também disponibilizou para o corpo clínico do hospital um aplicativo para IOS e Android em que os médicos visualizam toda a sua agenda de consultas e exames, pacientes internados, repasse médico e cirurgias agendadas. “Isso proporcionou agilidade e qualidade nas informações relativas aos pacientes, principalmente nas internações e procedimentos cirúrgicos”, afirma Amauchi.

Atualmente, quatro hospitais em São Paulo e um em Salvador utilizam o envio de SMS para os mais diversos fins. “Para alguns desses hospitais enviamos SMS aos médicos quando seus pacientes internam ou quando suas cirurgias são autorizadas junto aos convênios”, ressalta Coriolano.

 

* matéria publicada na 36ª edição da revista Healthcare Management.

Sobre

Veja também

Carlos Eduardo Gouvêa, do IES, fala sobre as ferramentas de Governança e Compliance como estratégia para garantir a sustentabilidade do mercado de saúde

O Brasil avançou rumo a uma maior transparência na área da saúde. É o que …