Home / Notícias - Healthcare / Pavilhão brasileiro fortalece relações comerciais durante MEDLAB 2018

Pavilhão brasileiro fortalece relações comerciais durante MEDLAB 2018

A edição 2018 da MEDLAB, feira realizada entre 5 e 8 de fevereiro em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, recebeu um pavilhão brasileiro composto por cinco empresas que oferecem soluções otimizadas para o setor de laboratórios e diagnóstico. Promovido pelo Brazilian Health Devices, projeto setorial executado pela ABIMO com suporte da Apex-Brasil, o pavilhão esteve movimentado durante os quatro dias de evento, rendendo 358 novos contatos das marcas nacionais com clientes, distribuidores e prospects de todo o mundo. Nos próximos doze meses, a expectativa é que essas cinco empresas gerem cerca de US$ 1 milhão em novos negócios.

Acompanhando o evento, Gabriel Isaacsson, gestor de projetos da Apex-Brasil, mostrou-se satisfeito pelos resultados obtidos durante a exposição em Dubai. “Podemos notar um nível de maturidade excelente das empresas brasileiras participantes. Muito mais do que apenas a maturidade exportadora, ressalto a maturidade de relacionamento das marcas com clientes do Oriente Médio. Essa relação comercial, até por uma característica cultural, não se estabelece de imediato. É um trabalho de persistência e constância que vem construindo uma relação duradoura, de longo prazo e que rende bons frutos”, declarou sobre os resultados obtidos pelo pavilhão nacional na MEDLAB.

As empresas brasileiras também destacaram como ponto positivo a possibilidade de aprofundar o relacionamento com compradores do exterior durante o evento. Danilo Andrade, gerente de comércio exterior da Bioclin, enfatiza essa construção de longo prazo citada por Isaacsson: “É nossa oitava participação em Dubai. Depois de tantos anos de participação, a Bioclin está colhendo os resultados desse investimento”, disse a respeito da marca, que se destaca no setor de diagnóstico in vitro. Patrícia Araújo, gerente comercial da NL Diagnóstica, empresa nacional que investe em sistemas fechados de parasitologia, também reconhece o espaço da MEDLAB como um palco de possibilidades para fomentar o networking: “Fizemos importantes novos contatos e pudemos rever clientes já fidelizados”, comentou.

Mercados-alvo – A Labtest também firmou sua posição como empresa exportadora ao participar da MEDLAB. Para a companhia, que oferece uma ampla linha de reagentes e de equipamentos para diversos perfis de laboratórios de análises clínicas, duas regiões despertaram novas possibilidades: “Os dois primeiros dias de evento foram realmente produtivos. Encontramos pessoas do centro da África e do Oriente Médio, mercados interessantes por serem bastante semelhantes ao brasileiro”, declara Guilherme Costa, pesquisador da empresa.

Já para a Bioclin, a edição 2018 foi proveitosa principalmente por impulsionar a relação da marca com países como Afeganistão, Egito, Síria e Jordânia. “Foram excelentes contatos. Agora voltaremos para casa para trabalhar duro e fazer tudo isso virar negócios”, declarou Andrade.

O setor de exposições da MEDLAB conta com mais de 600 expositores de 40 países. Durante os quatro dias de evento, cerca de 25 mil pessoas vindas de 129 países visitam o espaço, que além de realizar conferências multidisciplinares, apresenta algumas das principais soluções para o setor de laboratórios.

O pavilhão brasileiro montado na MEDLAB 2018 ofereceu, ao público participante, a tecnologia como aliada da apresentação de produtos. O pavilhão foi montado por intermédio do Brazilian Health Devices, projeto setorial desenvolvido pela ABIMO (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

A NL Diagnóstica, empresa brasileira que investe continuamente em sistemas fechados para parasitologia, optou por apresentar sua solução Coproplus Ultra, ideal para o exame parasitológico de fezes, por meio de realidade virtual.

“A realidade virtual surgiu como uma forma de interagirmos melhor com o público e como alternativa para despertar a curiosidade dos presentes, motivando-os a conhecer o nosso produto”, comenta Patrícia Araújo, gerente comercial da NL Diagnóstica ao explicar que por ser impossível montar um laboratório dentro de um espaço de exposições, a marca buscou uma alternativa para explicar passo a passo a utilização e as principais vantagens do produto.

O vídeo, com duração de pouco mais de 4 minutos, apresenta todas as vantagens do Coproplus Ultra e explica desde o procedimento de coleta até a etapa de análise em laboratório. Traz, inclusive, um comparativo entre a solução da NL Diagnóstica e outras disponíveis no mercado. “Muitos imaginam que é um produto bem mais simples e desconhecem toda a eficácia que ele pode oferecer. Como nosso sistema é diferenciado, buscamos uma forma igualmente diferente de mostrá-lo aos clientes”, declara Patrícia.

A realidade virtual chamou a atenção dos visitantes, gerando resultado positivo para a marca, que investiu esforços e recursos para participar da feira em Dubai. “O público achou bem interessante pois muitos desconheciam o sistema de parasitologia e tinham dúvidas sobre o produto. Foi muito mais simples mostrar na prática como ele funciona”, comenta a gerente ao destacar que grande parte dos visitantes ficou surpresa com o tipo da demonstração.

Coproplus Ultra – Com um sistema de parasitologia consolidado há mais de 30 anos no mercado, a NL Diagnóstica vem sempre investindo em melhorias que visam a melhor eficácia de seus produtos. O Coproplus Ultra, que foi lançado em setembro de 2017 no Brasil, é uma solução prática, rápida e confiável. Com dupla filtragem (filtro cônico somado ao microfiltro interno), garante sedimento mais limpo, redução de tempo do exame e análise direta ao microscópio, tudo isso com uma metodologia rápida, prática e higiênica que gera resultados de qualidade e muito confiáveis.

Entre as vantagens também constam a otimização de espaço e mão de obra do laboratório, a eliminação do mau odor das amostras, a possibilidade de conservação da amostra por 30 dias sem refrigeração e a biossegurança e preservação do meio ambiente.

Sobre

Veja também

Como prosperar frente aos desafios da Saúde? Tema será debatido na SAHE por Valdir Ventura, do Grupo São Cristóvão

Welcome Saúde acontece na tarde do dia 13 de março durante a SAHE 2018; as …