Moriah aparece como opção diferenciada para realização de cirurgia plástica


Hospital de alta complexidade oferece segurança e comodidade para a realização de cirurgia plástica

Localizado no bairro de Moema, bem ao lado do aeroporto de Congonhas, o Hospital Moriah oferece opções especiais para pacientes que querem fazer cirurgia plástica com segurança, mas sem abrir mão do conforto.

Com os mais novos e modernos centros médicos-cirúrgicos de alta complexidade do Brasil e adaptado aos padrões internacionais de segurança, possui cinco salas operatórias com capacidade para realização de procedimentos simultâneos. Todas as salas oferecem equipamentos de altíssima tecnologia de saúde para intervenções cirúrgicas com monitorização de pacientes e diagnósticos integrados.

Com acolhimento humanizado e personalizado, o hospital oferece aos pacientes diferentes opções de estadia, alimentação e serviços extras para pacientes e acompanhantes. Os quartos são espaçosos – as suítes variam entre 22 metros e 16 metros. Há quartos conjugados em que uma porta separa os ambientes paciente do acompanhante, garantindo momentos de privacidade. Todos os quartos são equipados com Smart TV de 46 polegadas, tabletes para paciente e acompanhante, vídeos games e um carta extensa de DVDs. Cada quarto tem também frigobar, secador de cabelo e cofre digital. O hospital oferece serviços terceirizados de manicure, cabeleireiro, massagem, além de mensageiro quando necessário

Um jardim externo que conta com uma oliveira centenária e jardins verticais internos também se apresentam como diferenciais e reforçam a proposta de humanização seguida à risca pelos profissionais do Moriah.

No cardápio há opções de pratos saborosos que em nada lembram comida de hospital. Entrecôte ao molho mostarda, farlale ao molho branco e panacota estão entre os pratos mais elogiados por pacientes e acompanhantes. Como recebe pacientes de diferentes partes do mundo, opções de pratos típicos também estão no menu.

Artigo Anterior Médicos devem respeitar privacidade dos pacientes
Próximo Artigo Pesquisadores da EPM/Unifesp desenvolvem técnica inovadora para examinar vasos sanguíneos em 3D