Home / Healthcare Management / Mercado / Microcity lança oferta de cloud para saúde em parceria com Microsoft

Microcity lança oferta de cloud para saúde em parceria com Microsoft

A Microcity, empresa brasileira de outsourcing de serviços e ativos para infraestrutura de TI, em parceria com a Microsoft, anunciou nessa semana o lançamento da solução Hybrid Health as a Service (HHaaS), que combina a plataforma virtual Azure da Microsoft e a nuvem exclusiva de serviços de gerenciamento da Microcity, com a nuvem ou o sistema do cliente. Com a oferta, a empresa de outsourcing será capaz de atender às necessidades das instituições de saúde em relação ao storage de dados, em especial de imagens em alta resolução, gestão unificada, troca de informações, serviços em cloud computing, entre muitos outros benefícios, e tudo isso protegido com a garantia da Microsoft.

Otávio do Ó: líder da Unidade de Negócios da Microsoft na Microcity.

Atenta às necessidades das empresas do setor em armazenar uma grande quantidade de dados que gerados diariamente, como exames laboratoriais, imagens em alta qualidade, e também pelas parcerias com planos de saúde, além de cumprir a exigência do Conselho Federal de Medicina (CFM) de manter esses dados arquivados por 20 anos, a Microcity estruturou a solução para auxiliar hospitais, clínicas e laboratórios, a otimizar o storage dessas informações e entregar elasticidade de armazenamento, por meio da nuvem da Microsoft.

Somado a toda capacidade de armazenamento da plataforma da Microsoft, um portfólio na nuvem de serviços integrados de análise, computação, banco de dados, serviços móveis, rede, armazenamento e Web, o novo serviço da Microcity conta com a nuvem de serviços da Microcity, que fornece desde a avaliação do ambiente de TI das instituições de saúde, até a instalação e configuração de ativos, monitoramento de backup (local e na nuvem), relatórios mensais das operações realizadas na nuvem, SLA (Service Level Agreement) de 97%, service desk, entre outros serviços. “A junção dessas tecnologias permitirá aos clientes migrarem suas operações totalmente para a nuvem”, afirma Otávio do Ó, líder da Unidade de Negócios da Microsoft na Microcity.

Segundo o Gartner, até 2020 as organizações em todo o mundo não terão mais espaço para guardar os dados gerados em relação aos negócios, clientes, funcionários, entre outros, devido ao imenso volume que eles atingirão. “E, na saúde, isso é extremamente crítico, pois, além da exigência do CFM, com o aumento da expectativa de vida da população e o surgimento de novos tipos de exames, o setor enfrentará grandes problemas para guardar todas essas informações. Por isso, enxergamos na nuvem o caminho para resolver esse dilema, já que ela pode ser expandida de acordo com a necessidade do cliente”.

O HHaaS também garante a integridade das informações armazenadas, por meio dos recursos de backup, duplicação e rastreamento de dados, oferecidos pela plataforma da Microsoft. “A solução também contribui para a segurança do mercado de saúde, que precisa lidar com diferentes sistemas, de diversos fornecedores, sendo que cada um possui estratégias de proteção e gestão de dados próprios. Nossa oferta centraliza o acesso às informações, permitindo a identificação dos usuários, ao passo que unifica o ambiente de armazenamento, aumentando o controle das informações que saem e entram no sistema, indiferente de qual sistema tenham sido geradas”, aponta Otávio.

A plataforma virtual da Microsoft também possui a certificação ISO 22301, que garante a continuidade dos negócios; a ISO/IEC 27017, de segurança de dados; a ISO/IEC 27001, que certifica a qualidade dos processos de implantação de sistemas de segurança; a MARS-E, criada para certificar as empresas em relação à proteção de dados de clientes de seguro saúde; e a HIPAA-HITECH, que comprova a eficácia da solução na proteção de dados de pacientes. “A soma dos serviços avançados da nuvem da Microcity às certificações de segurança da Microsoft, blindam as informações contra roubo e perda, causados por agentes tanto internos quanto externos”, explica do Ó.

A solução é comercializada em dois modelos, o PACS (Picture Archiving and Communication System) Advanced, para pequenas e médias instituições, que suporta a todas as modalidade radiológicas (mamografia, raio-X,  ressonância magnética, etc.), e o PACS Enterprise, que também atende a todas as modalidades radiológicas e foca em grandes clínicas e hospitais.

“Os modelos PACS são o grande diferencial do HHaaS, pois suprem a necessidade de armazenar, recuperar e gerir exames de alta resolução, de qualquer exame radiológico, mantendo a integridade das imagens. Dessa forma, os profissionais de saúde poderão ter acesso a exames, como radiografias digitalizadas, com muito mais nitidez e qualidade, aprimorando o trabalho clínico”, finaliza o executivo da Microcity.

 

Sobre

Veja também

Sharecare lança aplicativo de saúde no Brasil

Na última terça-feira (27) a Sharecare, multinacional americana que oferece tecnologias para cuidados com a saúde, …