Indusbello obtém reconhecimento no Prêmio Nacional de Inovação 2014


Empresa paranaense foi finalista nas categorias Inovação Tecnológica e Gestão de Inovação

maxresdefault
Imagem: Divulgação

A Indusbello, empresa nacional da área de produtos odontológicos e médicos com 20 anos de atuação no mercado, recebeu uma placa de reconhecimento como finalista em duas categorias do “Prêmio Nacional de Inovação 2014”, iniciativa da Mobilização Empresarial da Inovação (MEI), realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), com o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em cerimônia realizada em Brasília no dia 13 de maio de 2014.

O Prêmio tem o objetivo de reconhecer as empresas brasileiras que contribuíram para o aumento da competitividade do país por meio da utilização de sistemas e técnicas voltados para o aprimoramento da gestão da inovação, bem como por meio da implementação de projetos inovadores.

A empresa concorreu nas categorias “Inovação Tecnológica”, que valoriza projetos de produtos ou processos que contribuem para o aumento da competitividade, com o projeto “Estojos Autoclaváveis para Esterilização de Instrumentos” e na categoria “Gestão de Inovação”, que reconhece métodos, técnicas e ferramentas de gestão da inovação que estabeleçam ambiente propício ao desenvolvimento de projetos inovadores.

“Temos o propósito de ser referência como padrão de qualidade e inovação no setor de produtos para a saúde, atuando por meio de uma postura responsável, oferecendo produtos e serviços de alta qualidade e em conformidade com as novas tendências e necessidades do mercado”, explica o diretor da Indusbello, Leonardo Beni. “A essência da nossa empresa nasce da inovação que é o processo de integração entre tecnologia e humano. Esse é nosso diferencial”.

Ainda segundo Beni, o reconhecimento no “Prêmio Nacional de Inovação” é muito importante para a empresa e para o Estado do Paraná.

Nessa edição, o Prêmio teve recorde de inscrições: 2.022. Desse total, 32 projetos foram finalistas. A Indusbello foi a única empresa do Paraná que passou por todas as etapas: avaliação do projeto, entrevista, visita técnica e banca, chegando até a final, sendo reconhecida nas duas categorias, na modalidade média empresa.

SOBRE O CASE

Com amplo portfólio, os Estojos Autoclaváveis para Esterilização de Instrumentos da Indusbello são fabricados e comercializados em modelos prontos, ou em formatos personalizados, de acordo com os pedidos dos clientes e oferecem diversas funcionalidades para as exigências da área odontológica e hospitalar.

SOBRE A INDUSBELLO

A Indusbello nasceu em janeiro de 1994 como resultado de um processo de inovação. Desde o início de suas atividades é referência de qualidade e em 2014 comemora 20 anos de inovação para uma vida saudável. Como reflexo dessa realidade a empresa é qualificada e certificada por normas nacionais e internacionais como o ISO 9001, ISO 13485, FDA, BPF e CE, atendendo assim a todos os continentes com vasto portfólio de produtos patenteados e desenvolvidos para diversas especialidades.  A empresa valoriza a parceria, a coletividade, a responsabilidade, a transparência, a excelência e a qualidade dos seus produtos e serviços. O slogan da Indusbello, Inovação para uma vida saudável, serve para ilustrar a gama de produtos desenvolvidos e patenteados pela própria empresa. Desde 1994 o slogan da empresa era Tecnologia para uma vida saudável e em 2012 o termo “Tecnologia” foi substituído por “Inovação”.

A empresa tem o propósito de ser referência como padrão de qualidade e inovação no setor de produtos para a saúde, atuando por meio de uma postura responsável, oferecendo produtos e serviços de alta qualidade e em conformidade com as novas tendências e necessidades do mercado, sempre buscando propostas inovadoras que conduzam à rentabilidade e que contribuam para o desenvolvimento da sociedade.

Artigo Anterior ABIMED debate gargalos e oportunidades para acelerar a inovação dos produtos para a saúde no Brasil
Próximo Artigo Naviraí (MS) recebe obra de expansão hospitalar