Home / Saúde Online / Hospital Pilar é o primeiro hospital de Curitiba a armazenar imagens de videocirurgias na nuvem

Hospital Pilar é o primeiro hospital de Curitiba a armazenar imagens de videocirurgias na nuvem

O Hospital Pilar começou a guardar na nuvem as imagens de todas as cirurgias por vídeo realizadas na instituição. O armazenamento virtual de alta definição é realizado desde dezembro e feito com tecnologia completamente sem fios e livre de interferências, permitindo muito mais qualidade, agilidade e facilidade no acesso das imagens. Médicos, pacientes e hospital saem ganhando.

A nova técnica traz uma série de vantagens. O gerente de tecnologia da informação do Hospital Pilar, André Souza, explica que “os médicos conseguem utilizar facilmente a ferramenta de gravação, que é controlada por meio de um tablet enquanto o procedimento acontece, de forma muito intuitiva”. Além de não terem dificuldade durante a cirurgia, eles têm acesso imediato às informações de qualquer lugar e em qualquer dispositivo, inclusive smartphones, desde que haja conexão com a internet, sempre que quiserem ou que for necessário.

Quanto aos pacientes, apesar de não haver nenhum custo adicional para que o serviço seja utilizado, eles também podem ser beneficiados de várias formas. As imagens servem como histórico médico propriamente dito, podem ser usadas para acompanhamento da recuperação da cirurgia, planejamento de fisioterapia e ainda, caso seja necessária uma nova intervenção na mesma área ou em local próximo, podem servir de base de estudo.

“A nova plataforma de vídeos envia os dados diretamente para a nuvem, garantindo sigilo, rastreabilidade e, principalmente, armazenamento seguro das informações cirúrgicas”, resume o especialista em TI.

Sobre

Veja também

Carlos Eduardo Gouvêa, do IES, fala sobre as ferramentas de Governança e Compliance como estratégia para garantir a sustentabilidade do mercado de saúde

O Brasil avançou rumo a uma maior transparência na área da saúde. É o que …