Home / Health ARQ / Construção / Hospital Alcides Carneiro projeta ampliação na assistência às grávidas de alto risco

Hospital Alcides Carneiro projeta ampliação na assistência às grávidas de alto risco

Com uma média de 250 partos por mês e de 50 acolhimentos a gestantes por dia, o Hospital Alcides Carneiro é a única maternidade do município a realizar partos em gestantes de alto risco. As mulheres com hipertensão, diabetes, cardiopatia, doenças renais, doenças autoimunes, fumantes, além das adolescentes e mulheres com mais de 35 anos representam 20% dos atendimentos que precisam de atenção especial desde o pré-natal. Em grande parte dos casos, os nenéns nascem prematuros tendo que ser direcionados a um dos 10 leitos de UTI neonatal.

Visando ampliar a assistência e implementar em sua totalidade a Rede Cegonha, a prefeitura está projetando retomar até o fim do ano as obras do centro obstétrico do hospital. O secretário de Saúde, Silmar Fortes, explica que dentro do Plano Municipal de Saúde está ainda a criação de uma casa de parto, um ambiente pré e pós-parto para as grávidas e puérperas, e a retomada de um banco de leite no hospital.

“Essa é uma meta do plano de governo do nosso prefeito e estamos unidos à direção do HAC na criação de um projeto para buscarmos junto ao Ministério da Saúde a verba para implantarmos uma casa de partos. Pretendemos concluir a obra do centro obstétrico e avaliando a disposição das salas e estrutura.Estamos trabalhando ainda para habilitar o Hospital Alcides Carneiro como Hospital Amigo da Criança, o que permitirá a criação de um banco de leite na unidade”, explica Silmar Fortes informando que desde abril do ano passado a unidade não dispõe de um banco de leite após a interrupção do serviço pelos antigos gestores.

Sobre

Verifique também

Obras de reforma do Hospital Regional de Gurupi passam por vistoria

Como parte da implantação do Plano Diretor Estratégico (PDE) no Hospital Regional de Gurupi, o …