Hospitais Bandeirantes e Leforte anunciam unificação das marcas


Os hospitais Bandeirantes e Leforte, que pertencem ao mesmo grupo controlador, anunciam a unificação da marca das instituições e, a partir de agora, serão conhecidas pelo nome Leforte. Toda a estrutura operacional que compreende, além dos dois hospitais (Leforte Morumbi e Leforte Liberdade), consultórios de especialidades médicas, serviços de diagnóstico (laboratorial e imagem) e um núcleo voltado ao ensino e cultura na área da saúde serão contemplados sob a marca Leforte Corporate.

“Estamos consolidando em uma única marca tradição e reconhecimento de dois hospitais com qualidade certificada em seu mais alto nível (Diamante) pela metodologia de acreditação internacional canadense QMentum”, destaca Rodrigo Lopes, diretor executivo do Leforte.

Segundo o executivo, a unificação das marcas é parte integrante do planejamento quinquenal 2013-2018 e tem por objetivo aprimorar cada vez mais o relacionamento com pacientes e parceiros, facilitar a comunicação com os mesmos e fortalecer o Leforte como um importante player na prestação de serviços de saúde.

“A decisão de concentrarmos nossos ativos e nossa marca sob o nome Leforte foi decidido a partir de pesquisas com pacientes e classes médicas e é mais um passo importante para alcançarmos as metas de nossa estratégia de modernização e expansão na capital paulista”, afirma Lopes.

O processo de atualização será gradual e deve levar aproximadamente dez meses para ser concluído, começando com a modernização da cultura interna, passando pela alteração de logomarcas dentro da estrutura física dos prédios, até chegar à mudança visual externa na fase final.

Com a unificação, os pacientes poderão contar com os serviços médicos do Leforte em duas regiões diferentes da cidade, nos bairros do Morumbi e Liberdade. Juntas, as unidades irão somar 400 leitos para internação, UTI para adultos e crianças, além de pronto socorro adulto e infantil. Atualmente, as duas unidades realizam juntas mais de 235 mil atendimentos de urgência e emergência, além de 17 mil cirurgias, por ano.

Investimentos e resultados

Como resultado do plano estratégico de expansão, o Leforte Liberdade ganhará em 2017 um novo prédio que irá abranger consultórios, leitos e também toda infraestrutura de medicina diagnóstica da instituição, com inauguração prevista para novembro.

Além disso, a unidade localizada no Centro de São Paulo ainda irá incorporar um serviço totalmente dedicado ao atendimento pediátrico, disponibilizando uma infraestrutura completa de cuidados com a saúde infantil que irá contemplar pronto-socorro, consultas, internação (incluindo UTI) e cirurgias, que deve ser implementada em até dois anos, proporcionando um aumento na capacidade de atendimento em 40%.

“Enquanto algumas instituições de saúde vêm reduzindo os serviços de cuidado infantil, a pediatria é considerada uma das especialidades do Leforte Morumbi que avaliamos ser de extrema importância levar essa expertise para outra região da cidade, ampliando o acesso da população à saúde de qualidade”, ressalta o diretor.

Hospital 4.0

Acompanhando a chamada Quarta Revolução Industrial, que prevê a automatização de processos por meio de soluções digitais, as instituições de saúde também vem passando por essa transformação tecnológica.

Atento a este movimento, o Leforte estruturou um processo de modernização e automação de algumas operações na farmácia e centro cirúrgico, promovendo a troca de informações em tempo real e melhorando os processos de comunicação e tomadas de decisões estratégicas, que impactam diretamente no cuidado com a saúde dos pacientes.

Outra novidade tecnológica e que será apresentada em maio, durante a Feira Hospitalar, é a ferramenta de agendamento online, que permite marcar consultas e exames pela internet. Além disso, também haverá um aplicativo para que os pacientes possam realizar o check-in antes mesmo de dar entrada no hospital, agilizando os procedimentos de triagem na passagem pelo pronto socorro.

“Mesmo com toda atualização de nossa infraestrutura e de procedimentos tecnológicos, nosso principal objetivo permanece ser referência em atendimentos de alta complexidade, sem perder o foco na prevenção da saúde e da qualidade de vida. Todo nosso investimento está focado em trazer cada vez mais qualidade no atendimento aos pacientes do Leforte”, finaliza Rodrigo Lopes.

Artigo Anterior Ministro da Saúde diz que hospitais federais do Rio são ineficientes
Próximo Artigo 100 Mais Influentes da Saúde 2017 reúne mais de 800 profissionais do setor