HC de São Paulo aprimora atendimento usando tecnologia


O Hospital das Clínicas de São Paulo, maior complexo hospitalar da América Latina, apostou na tecnologia para reduzir significativamente o tempo de atendimento aos pacientes que procuram a instituição. Com números expressivos, que em um mês somam 124 mil consultas ambulatoriais e outros 60 mil atendimentos só na farmácia que fornece os medicamentos gratuitos à população, o HC encontrou noCitrix XenDesktop a solução para reaproveitar os computadores já existentes e ainda conseguir uma melhora no tempo de serviço.

Jacson Barros: presidente da ABCIS

A necessidade surgiu a partir da implantação do novo sistema de gestão hospitalar que precisava estar disponível nos computadores das áreas assistenciais, cujo parque se encontrava incompatível com as necessidades atuais. Com esse cenário, além do tempo necessário para instalar o sistema em cada computador, o desempenho estaria comprometido pelo fato de serem equipamentos mais antigos.

A solução foi colocar esse sistema em um ambiente virtual Citrix, o que possibilitou um acesso mais rápido e um desempenho superior ao que se estivesse instalado fisicamente em cada um dos equipamentos. Outros sistemas usados nas áreas de compras e logística, por exemplo, também foram alocados nesse ambiente virtual.

“O funcionário consegue acessar mais rapidamente as informações que precisa para seu atendimento, e isso se reflete em um menor tempo de resposta no atendimento ao paciente”, destaca Jacson Barros, diretor de Tecnologia da Informação do Hospital das Clínicas.

Esse processo, chamado de desktop virtual, também trouxe mobilidade para a equipe assistencial. A partir da implantação, realizada em conjunto com a provedora de tecnologia Add Value, profissionais como médicos, enfermeiros e fisioterapeutas passaram a acessar o mesmo perfil pessoal em qualquer computador dentro dos Institutos que estão em fase de implantação do novo sistema.

“O Hospital das Clínicas está mostrando que investir em transformação digital é crucial para a melhoria dos serviços de saúde no Brasil, e a Citrix é parceira nessa jornada pela busca de flexibilidade, segurança e bom atendimento ao paciente”, afirma Luis Banhara, diretor geral da Citrix no Brasil.

Artigo Anterior IFHE Rio 2017 é destaque no Direto da Redação desta semana
Próximo Artigo HealthARQ entrevista Ace Pisos e Revestimentos Corporativos no IFHE Rio 2017