Home / Health ARQ / Construção / Governo de MS confirma entrega de Hospital do Trauma para o mês de outubro

Governo de MS confirma entrega de Hospital do Trauma para o mês de outubro

O governador Reinaldo Azambuja confirma a entrega do hospital, alegando que todos os valores para finalização já foram disponibilizados; unidade será voltada ao atendimento de vítimas de trânsito, principalmente

Durante evento de encerramento das atividades da Semana Nacional de Trânsito, na Governadoria, ontem (25), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) confirmou que a obra do Hospital do Trauma – primeira unidade do estado voltada ao atendimento de vítimas de trânsito – deve ser concluída até o final de outubro.

“É um hospital único no Mato Grosso do Sul, referência no tratamento de alta e média complexidade voltado, principalmente, às pessoas que sofrem acidentes de trânsito. Estamos pactuando fontes de receitas para o bom funcionamento da unidade”, disse, ressaltando que haverá recursos provenientes do município, estado e União.

Reinaldo destacou o alto índice de acidentados no trânsito, que acabam ocupado grande parte dos leitos hospitalares do estado.

“Mesmo com redução de acidentes e mortes, o número de vítimas preocupa e traz prejuízos aos cofres públicos. O gasto direcionado a essas vítimas é muito grande”, disse, citando também a implantação do 1º Centro de Reabilitação em Ortopedia do estado, no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

Hospital do Trauma

A previsão anterior era de que o prédio fosse concluído até agosto. Mas a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), solicitou modificações no projeto inicial que fizeram com que a obra sofresse atraso, com “percalços” como quebra de paredes e alterações em estruturas.

Com isso, a empresa Poligonal Engenharia e Construções Ltda teve prazo ampliado até dezembro para entrega total do prédio.

Lançado na década de 1990, o projeto da obra já passou por várias alterações. Inicialmente, era voltado à uma maternidade, depois para uma extensão da Santa Casa, e, por fim, para uma unidade hospitalar voltada à traumatologia.

Os investimentos somam R$ 8,4 milhões, sendo R$ 3,2 milhões da prefeitura, R$ 2,5 milhões da União, R$ 1,6 milhão do governo e R$ 890 mil da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande).

Serão, 6.300 metros quadrados de área construída, com setor de ortopedia e politraumatismo, abrangendo 130 leitos de enfermaria, 10 leitos de UTIs, dois leitos de isolamento, 18 leitos de observação, cinco alas cirúrgicas, salas de Raio-X, tomografia e ultrassonografia.

Obra

O Hospital terá 120 leitos. A obra começou há mais de 20 anos e, inicialmente, seria uma maternidade. Até agora, R$ 14,4 milhões foram investidos na obra e mais R$12 milhões na compra de equipamentos.

Sobre

Veja também

Obras de reforma do Hospital Regional de Gurupi passam por vistoria

Como parte da implantação do Plano Diretor Estratégico (PDE) no Hospital Regional de Gurupi, o …