Home / Healthcare Management / Mercado / Gastos com sistemas cognitivos e AI cserão de US$ 12,5 bi em 2017

Gastos com sistemas cognitivos e AI cserão de US$ 12,5 bi em 2017

Um levantamento divulgado pelo IDC, consultoria especializada nos mercados de TI e Telecom, a despesa global com sistemas cognitivos e inteligência artificial (AI) atingirá a marca de US$ 12,5 bilhões em 2017, representando um aumento de 59,3% em relação ao valor investido no ano anterior. Ainda segundo o relatório, essas duas áreas continuarão recebendo investimentos corporativos em massa nos próximos anos, alcançando um crescimento anual médio de 54,4% até 2020 quando as receitas serão superiores a US$ 46 bilhões.

Desse total, os EUA lideram o ranking com 9,7 bilhões do total investido nessas tecnologias.

Segundo o diretor de pesquisas da IDC, David Schubmehl, as aplicações inteligentes baseadas em computação cognitiva, inteligência artificial e deep learning são a próxima onda de tecnologia que transformarão a maneira como consumidores e empresas trabalham, aprendem e atuam no mercado e na sociedade. “Estas aplicações vem sendo desenvolvidas e implementadas em plataformas de software cognitivas/AI que oferecem as ferramentas e capacidades para fornecer previsões, recomendações e assistência inteligente por meio do uso de sistemas cognitivos, machine learning e inteligência artificial. Uma parte fundamental da infraestrutura de TI e todas as empresas precisam entender e planejar a adoção e o uso dessas tecnologias em suas organizações”, acrescenta.

Dentro dessa perspectiva, a maior área de gastos este ano – com aproximadamente US$ 4,5 bilhões – será a de aplicações cognitivas, incluindo aplicativos de processos e de indústria com capacidade cognitiva e de aprendizado autônomo.

Já as plataformas de sistemas cognitivos ou de AI receberão investimentos de aproximadamente US$ 2,5 bilhões em 2017. O custo com serviços de TI e negócios relacionados à computação cognitiva serão de US$ 3,5 bilhões, enquanto gastos com servidores dedicados e aquisição de armazenamento de dados somarão US$ 1,9 bilhão.

Para a gerente de pesquisa da IDC, Marianne D’Aquila, é esperado um crescimento de gastos na casa de dois dígitos para os sistemas de inteligência cognitiva e artificial em todos os segmentos da indústria, no entanto, o avanço irá variar dependendo da eficiência dessas tecnologias aplicadas nos setores.

Sobre

Veja também

Sharecare lança aplicativo de saúde no Brasil

Na última terça-feira (27) a Sharecare, multinacional americana que oferece tecnologias para cuidados com a saúde, …