Home / Saúde Online / Empreender sempre, sem nunca perder o equilíbrio

Empreender sempre, sem nunca perder o equilíbrio

Paulo Gallo, presidente do Ceise_Br

 

Empreendedor. Esse é o adjetivo que melhor define Paulo Roberto Gallo, 53 anos, presidente do Centro das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (CEISE_Br) e sócio-diretor da Servserth Automação Industrial, em Sertãozinho (SP). Ribeirãopretano de nascença, mas sertanezino de coração, Gallo é formado em eletrônica há 35 anos e atua como empresário no setor de automação industrial, mantendo um estreito relacionamento com o setor sucroenergético há mais de três décadas.

Ao longo do tempo, Gallo foi sócio em importantes empresas fornecedoras de tecnologias para o setor e membro do Conselho Industrial do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e presidente do CIESE_Br entre 1998 e 1999. Sua atuação foi reconhecida em 2001 como Personagem do Ano pela APREL (Associação dos Profissionais de Eletroeletrônica do estado de Alagoas), e como Personalidade da Indústria em 2011, pela revista Visão da Agroindústria.

Gallo foi ainda diretor executivo da ISA (Sociedade Internacional de Automação) para a América Latina, tendo sido conferencista e palestrante em diversos eventos relacionados à produção de biocombustíveis em vários países das Américas e da Europa, além do Brasil.

Autor de diversos artigos tratando de temas técnicos e setoriais, o empresário vem mantendo uma série de atividades junto a autoridades federais e estaduais em busca de caminhos para a retomada de investimentos no setor sucroenergético.

Gestão estratégica

Em 2015, foi eleito pela segunda vez presidente do CEISE Br, assumindo a entidade no começo de 2016 com o compromisso de representar as fábricas de equipamentos, bens de capital, insumos e tecnologia para as usinas do ramo durante o triênio 2016-18.

Segundo o presidente, a sua gestão está sendo embasada, entre outras estratégias, em ampliar as ações da entidade junto ao setor sucroenergético, buscando a diversificação de mercados locais e no exterior, através da elaboração de novas parcerias e consolidação de agendas comuns. “Investimos, neste ano, dentro do nosso planejamento estratégico, em visibilidade para o CEISE. Não só no segmento industrial, como também na parte da comunidade como um todo, buscando mostrar os trabalhos sociais que são feitos pela entidade”, complementa.

Além disso, o empresário conta que, sob sua gestão, o conselho intensificou, neste último ano, sua ação no cenário político-partidário, passando a participar frequentemente de encontros político-energéticos em Brasília.

 

Renova Bio 2030

Neste ano, durante a segunda semana de dezembro, diferentes autoridades do setor sucroenergético se reuniram com o Ministério de Minas e Energia para a construção do Renova Bio 2030, programa que busca promover a expansão da produção de etanol e biodiesel no país, em harmonia com o compromisso brasileiro firmado com o Acordo de Paris.

Segundo Gallo, o objetivo do programa é permitir que o Brasil consiga atingir as metas de redução de GEE (gases do efeito estufa) que foram acordadas na COP-21, em Paris. “A meta é unir ideias para criar um programa que seja, ao invés de uma iniciativa de governo, um programa de Estado, que visa organizar o setor de renováveis levando em consideração as diferenças de cada setor. O governo está com pressa, visando um Projeto de Lei para ser votado ainda no primeiro semestre de 2017.”

Ainda, para o presidente, se o governo realmente conseguir coordenar esse projeto, o setor será beneficiado com um plano diretor de longo prazo, criando um cenário mais propício para investimentos. “O dinheiro está aí esperando oportunidade de investimento, uma possibilidade de se investir com previsibilidade. E para as empresas isso é muito bom, pois reabre o mercado”, avalia Gallo sobre os possíveis impactos do programa para o setor.

 

Virando o jogo

O empresário avalia que 2017 ainda não será um ano bom para a economia brasileira. Porém, será melhor que 2016, ao menos no que diz respeito à política. Acho até que nós estamos saindo de 2016 melhor do que entramos. Tudo o que aconteceu no Brasil, como, por exemplo, os escândalos políticos, deu uma depurada no país. As pessoas estão tomando mais consciência.”

Em Sertãozinho (SP), Gallo considera que novos projetos estão surgindo, mas que o cenário ainda continua longe do que o mercado espera. “O setor começou a se recuperar discretamente, em um primeiro momento, mas acredito que o ciclo mudou. Antes só tínhamos redução e este ano, em relação ao mesmo período de 2015, as coisas estão melhores. Eu espero que isso seja mantido e que os resultados, somados ao Renova Bio 2030, fiquem cada vez melhores”, analisa.

“É fundamental que, em 2017, tenhamos mais estabilidade política. Entretanto, estou animado e espero que a economia retome com mais força. Estou com esperanças de que a gente saia dessa fase ruim”, comenta Paulo, sobre suas expectativas para o próximo ano.

 

Sem terno e gravata

Paulo Gallo faz questão de conciliar seu tempo entre o comando do Ceise_Br, a empresa de automação que dirige e a vida pessoal. É casado e pai de Daniela, uma garotinha de 10 anos de idade. Fora do cenário empresarial, gosta de se divertir como radioamador, sendo responsável por uma estação de rádio independente. “Esse é o principal hobbie que eu tenho. O rádio é uma coisa muito bacana porque você bate-papo com pessoas do mundo inteiro.” Outras paixões são a leitura e as viagens. Um dos roteiros preferidos é desfrutar as praias do Nordeste.

O empresário não leva trabalho e problemas para casa. Para ele, é fundamental que exista um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. “É necessário manter um ritmo de trabalho que seja intenso, mas não sacrificante.”

Para conseguir lidar com a rotina de trabalho, de representante de classe e de pai, Gallo ressalta a importância de ter uma equipe determinada e coesa. “Quando você tem uma equipe boa, você não precisa ficar na operação miúda do dia-a-dia. Com uma equipe segura, é possível delegar tarefas e depois supervisionar os resultados”.

 

 

Bate pronto

 

Um livro de cabeceira: Memórias da Segunda Guerra Mundial, do Winston Churchill

“Além do lado militar, o livro fala sobre política, relacionamentos, estratégias e comando de equipe. É uma história legal. Para quem tem interesse e paciência, eu recomendo”.

Hobbies: Leitor e radioamador

Filosofia de vida: “Saber manter o equilíbrio”

Time de futebol: “Eu sou são-paulino não praticante, só simpatizante mesmo”

Destino preferido: Litoral do Nordeste. “As praias são muito bonitas, o povo é muito hospitaleiro, então, é muito agradável e dificilmente você erra”

#PauloGallo #CeiseBr #Empreender #Equilibrio #GrupoMidia #GrupoMidia10Anos #FullEnergy #LiderancaEmEnergia #Energy #Energia #LiderancaEmGestao

 

Sobre

Veja também

Telemedicina no Sul do país, nova superintendência do HAOC e Santa Joana conquista JCI são os destaques do Direto da Redação

  O Direto da Redação traz os seguintes destaques da semana: Hospital e Maternidade Santa …