Complexo industrial da Siemens Healthineers em SC completa cinco anos


No dia 29 de agosto, o complexo de produção e logística da Siemens Healthineers, em Joinville (SC), completa cinco anos de existência. Desde sua inauguração, em 2012, passou por uma série de ampliações para melhor atender a demanda por produtos e serviços, além da criação de um centro de treinamento. O parque fabril é destinado a atender a demanda brasileira por equipamentos de ressonância magnética, tomografia computadorizada e raios-x. Em 2017, a unidade comemora, além de seus cinco anos de existência, a produção da 200ª ressonância magnética.

José Luiz Baccan, gerente da fábrica da Siemens Healthineers em Joinville, conta que a inauguração da planta motivou o desenvolvimento da expertise na área de saúde no Estado de Santa Catarina e ainda possibilitou a geração de empregos diretos e indiretos para a região. “Iniciamos a fabricação com uma linha de equipamentos de menor complexidade enquanto qualificávamos nosso time de profissionais para a transferência tecnológica dos demais processos produtivos e hoje temos os mesmos equipamentos fabricados nas plantas da Europa e Ásia para atender os melhores centros de diagnósticos do país”, comenta o executivo. Durante a recente expansão foram também criadas as áreas de Repair Shop e Centro de Treinamento.

Com Sistema de Qualidade certificado pelas normas ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001, o complexo conta atualmente com mais de 100 colaboradores, entre diretos e indiretos, em uma área total de 9.267 m². Hoje, o complexo de Joinville atende todo o território brasileiro e se destaca por:

  • Corpo técnico treinado e qualificado nas plantas de origem, como Inglaterra e Alemanha com foco na segurança, qualidade e principalmente cumprindo as exigências das normas nacionais e internacionais, sempre pronta para prestar esclarecimento e orientação aos clientes;
  • Layout moderno com áreas específicas destinadas a operação de recebimento, fabricação, armazenagem e expedição, garantindo o melhor fluxo operacional;
  • Utilização de equipamentos de última geração de câmaras frias e monitoramento de temperatura, garantindo a qualidade dos produtos (reagentes) e o desenvolvimento sustentável;
  • Exatidão nos estoques por meio da utilização de tecnologia de ponta nos controles (WMS-SAP e GTIN – Global Trade Item Number);
  • Localização privilegiada, que conta com uma das mais qualificadas redes de logística do País, às margens da BR-101, próximo de três aeroportos e cinco portos a uma distância de até 150km.
Artigo Anterior Breno de Figueiredo Monteiro, Luiz Aramicy Pinto e Patrícia Chaves West no VI Congresso Fenaess
Próximo Artigo Hospital Vera Cruz, em Campinas (SP), conquista ONA Nível II

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.