Hospital Dona Helena conquista reacreditação internacional


Hospital Dona de Helena, de Joinville, Santa Catarina, conquistou, em março a reacreditação internacional pela Joint Commission International (JCI). A entidade é uma das principais acreditadoras mundiais na área da saúde. Seus padrões avaliam a qualidade e a segurança dos serviços, concedendo qualidade de nível internacional às instituições acreditadas. No Brasil, 68 unidades de saúde possuem o selo, sendo que o Hospital Dona Helena é o único em Santa Catarina.

A busca pela acreditação internacional se iniciou em 2008, quando a equipe do Hospital Dona Helena optou pelos parâmetros da JCI. A partir daí, desdobrou-se uma série de ações para fortalecer a cultura de qualidade. “A identidade de conceitos e pressupostos preconizados pelo hospital e exigidos pela JCI, aliados à importância e ao desafio de perseguir sempre a excelência, foi uma das principais razões para a escolha da acreditação internacional”, afirma Carlos José Serapião, coordenador do Instituto Dona Helena de Ensino e Pesquisa (IDHEP). A conquista do selo veio em 2014.

Depois de três anos, é preciso passar por uma reavaliação. Qualidade e segurança do paciente, de seus familiares e dos funcionários, ao lado da prevenção de riscos e contínuo treinamento dos profissionais, foram os principais componentes mensurados. “A busca por certificações, como JCI e ISO, que validem internacionalmente nossos processos, é uma preocupação do Dona Helena, pois busca garantir atendimento de qualidade e segurança, mantendo a instituição competitiva no segmento de saúde, sendo comparada a outras de grandes centros do país”, ressalta o médico.

No processo, o Dona Helena conta com a parceria do Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), entidade que representa com exclusividade a JCI no Brasil e auxilia as empresas com consultoria e treinamento sobre as exigências e metas da certificação. Além disso, foi criado o Comitê de Gestão de Qualidade (CGQ), responsável pela elaboração de atividades e produção de documentos, que subsidiaram a equipe na organização em busca do selo.

Anterior Hospital Sírio-Libanês forma gestores de programas de residência em saúde
Próximo Fiocruz e UFRJ ampliam cooperação técnica

Sem Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *