Obra do hospital do trauma deve ultrapassar R$ 10 millhões, e pode ser entregue em junho


O secretário de Saúde, Marcelo Vilela, e representantes da Secretaria Estadual de Saúde se reuniram para discutir os termos de convênio entre as partes, no dia 17 de fevereiro. De acordo com o diretor-presidente do hospital, Esacheu Nascimento, as obras do hospital do trauma devem ser entregues em junho deste ano.

Foram investidos para a construção da Unidade do Trauma da Santa Casa o valor inicial de R$ 8,4 milhões, a prefeitura da Capital empregou R$ 3,2 milhões, o Ministério da Saúde R$ 2,5 milhões, Governo do Estado R$1,6 milhão, e a associação beneficente de Campo Grande, R$ 890 mil, administradora da Santa Casa e do Hospital do Trauma. Após avaliações, há uma estimativa de que as obras ultrapassem valor final de R$ 10 milhões, pois existem serviços a ser realizados, que não estavam previstos no contrato.

A estrutura contará com 128 leitos, sendo 100 leitos de enfermaria, 18 de observação e 10 de UTI Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s), cinco salas de cirurgia e três salas de isolamento.

Ainda segundo Esacheu Nascimento, o Governo do Estado, se comprometeu em liberar R$ 2 milhões para executar obras referente a construção de uma nova cozinha e lavanderia para atender a demanda crescente do hospital. A entidade estuda solicitar uma verba maior para a compra de equipamentos que não constam na lista, para que possam ampliar o atendimento.

Secretário Municipal de Saúde, Marcelo Vilela diz que “pretendo ser parceiro do hospital, entendo a necessidade de colocar a unidade de trauma em funcionamento, para desafogar os atendimentos que hoje se concentram na Santa Casa, e assim, melhor atender a população”, pontua Vilela.

Obra iniciada há 20 anos, daria lugar a uma maternidade, porém, em 2002, foi reformulada para atender a alta demanda de traumatologia do hospital, na tentativa de desafogar o setor de ortopedia, que é responsável por 65% dos atendimentos.

Anterior Jorge Kalil é afastado da direção do Instituto Butantan
Próximo Unimed de Campo Grande tem previsão de 130 novos leitos em 2017

Sem Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *