Anvisa suspende produção de amoxicilina em 6 laboratórios


Processo de síntese do insumo farmacêutico foi alterado sem a aprovação da agência

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu, sexta-feira (11), a fabricação do medicamento amoxicilina, com rota de síntese não aprovada, de seis diferentes laboratórios. O motivo é que o processo de síntese do insumo farmacêutico foi alterado sem a aprovação da Anvisa.

O insumo farmacêutico é a matéria prima necessária para fabricar a amoxicilina. Por isso, a forma de obtenção, também chamado de rota de síntese, é importante para garantir a qualidade e as características do medicamento final.

A ação da Anvisa é preventiva e atinge somente a fabricação para garantir que os medicamentos mantenham o mesmo padrão de qualidade de quando foram registrados na Anvisa. Os produtos que estão no mercado podem continuar sendo consumidos.

A suspensão de seis laboratórios ao mesmo tempo aconteceu porque as seis empresas adquirem o insumo farmacêutico do mesmo fabricante internacional.

Laboratórios com suspensão de fabricação da amoxicilina:

– União Química Farmacêutica Nacional S.A

– Medley Farmacêutica Ltda

– Cimed Indústria de Medicamentos

– Cifarma Científica Farmacêutica Ltda

– Prati Donaduzzi & Cia Ltda

– Ache Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Anterior A importância da tecnologia na saúde preventiva
Próximo Hospital Sírio-Libanês registra crescimento de 31,3% nas inscrições para programa de residência

Sem Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *